quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Dia Internacional da Alfabetização



.
O dia 8 de setembro foi declarado em 1967, pela ONU e pela UNESCO, como o Dia Internacional da Alfabetização, com o objetivo de despertar a consciência da comunidade internacional e chegar a um compromisso mundial com relação ao desenvolvimento e à educação.
.
Há, no mundo, cerca de 880 milhões de adultos que não sabem ler nem escrever. O desenvolvimento econômico, o progresso social e a liberdade dos seres humanos dependem do estabelecimento de um nível básico de alfabetização em todos os países do mundo.
.
Fala-se em alfabetização básica, quando uma pessoa sabe ler, escrever e conhece as principais regras de cálculo. Segundo a UNESCO, uma pessoa é analfabeta quando não consegue ler ou escrever uma pequena frase sobre sua vida. No entanto, aos números mencionados acima, podemos adicionar as centenas de milhões de "analfabetos funcionais", pessoas que sabem ler e escrever uma frase simples, mas não vão muito além disso. Por exemplo, não sabem preencher um formulário, interpretar um artigo de jornal ou usar os números na dia-a-dia.
.
Talvez a definição mais correta de alfabetização seja do Professor Paulo Freire: "A alfabetização é mais, muito mais, que ler e escrever. É a habilidade de ler o mundo, é a habilidade de continuar aprendendo e é a chave da porta do conhecimento".
.
.



37 comentários:

Flor de Lótus disse...

Oi,Hugo!eu trabalho com o público e me choco da quantidade de pessoas que são analfabetas, ou daquelas que mal conseguem desenhar o seu nome e por fazerem isso não são consideradas analfabetas.A definição de Paulo Freire para alfabetização é perfeita.
Assim como a de Mario quintana para o analfabeto "O pior analfabeto é aquele que sabe ler mais não lê."
Beijosss

Três Egos disse...

E duvido que as coisas tenham mudado muito desde 1967... rs

Deixei um selinho para vc em meu blog! Beijo!

Três Egos disse...

E duvido que as coisas tenham mudado muito desde 1967... rs

Deixei um selinho para vc em meu blog! Beijo!

Lívia Azzi disse...

Quiçá vencer essa barreira da alfabetização e ter o dia internacional do letramento!

Embora não seja necessária tal distinção se a alfabetização possibilitasse de fato ir além das entrelinhas...

Concordo com a definição de Paulo Freire. Há também os analfabetos digitais, emocionais (hahaha!!), (ameaças de bombas e queima de livros que o digam...), lamentável! E por aí vai...

Um abraço!

Ps: Excelente gosto musical.

Sandra Botelho disse...

Nosso país anda precisando demais de alfabetização, no sentido mais amplo da palavra e principalmente nestes tempos de eleição.
Bjos achocolatados

Elaine Gaspareto disse...

Hugo, acabei de ver no JN que o IBGE apurou que há mais de 14 milhões de analfabetos no Brasil, sem contar os analfabetos funcionais. Terrível, né?

Beijosssss

Fatima disse...

Vc sabia amadinho que sou excelente professora alfabetizadora.
Trabalhei com alfabetização por 10 anos e volta e meia encontro meus ex alunos todos crescidinhos.
Bjs.

Serginho Tavares disse...

enquanto isso no brasil o povo sabe escrever o nome mas não lê nada!
precisa-se mudar a ideia de ser alfabetizado ai sim os números falariam por si aqui!

abração

Flor de Lótus disse...

Oi,Hugo!No post dança comigo tu me contou um pouco da tua história com a dança.Depois me conta mais.
eu adoro a dança, agora voltei a dançar e nossa tem me feito um bem danado.
Beijosss

Pelos caminhos da vida. disse...

Professor Paulo Freire: "A alfabetização é mais, muito mais, que ler e escrever. É a habilidade de ler o mundo, é a habilidade de continuar aprendendo e é a chave da porta do conhecimento".

Perfeito!

beijooo.

Suziley disse...

Boa noite, Hugo:
Cheguei, aqui, e encontrei um lindo blog, um belo texto. Parabéns a você pela bela vocação. O caminho será sempre a educação, a começar pela alfabetização. Estarei acompanhando o seu blog. E deixo para você um grande abraço :)

Lou Alma disse...

Como é que é possivel que em pleno seculo 21 exista tanta gente que não consegue ler nem interpretar certas coisas, ou até com dificuldades na pesquisa de assuntos do seu interesse quando s informação se encontra à distância de um click :S

Graça disse...

Olá, meu querido amigo!

Amei o comentário da Lívia, pois é justamente assim que penso a respeito de toda essa gama de analfabetos que infelizmente ainda teimam(?)em existir...

E a notícia que a Elaine traz é assustadora...14 milhões de analfabetos!

Não há como esquecer, Hugo, o nosso querido Hod era um eterno preocupado com os 'analfabetos funcionais'. Volta e meia estava ele tratando conosco dessa preocupação. Sinceramente, amigo, eu gostaria muito de faze algo a respeito.

Excelente postagem,pedagogo!
Parabéns.

Um grande abraço!

Graça disse...

Olá, meu querido amigo!

Amei o comentário da Lívia, pois é justamente assim que penso a respeito de toda essa gama de analfabetos que infelizmente ainda teimam(?)em existir...

E a notícia que a Elaine traz é assustadora...14 milhões de analfabetos!

Não há como esquecer, Hugo, o nosso querido Hod era um eterno preocupado com os 'analfabetos funcionais'. Volta e meia estava ele tratando conosco dessa preocupação. Sinceramente, amigo, eu gostaria muito de faze algo a respeito.

Excelente postagem,pedagogo!
Parabéns.

Um grande abraço!

Graça disse...

Olá, meu querido amigo!

Amei o comentário da Lívia, pois é justamente assim que penso a respeito de toda essa gama de analfabetos que infelizmente ainda teimam(?)em existir...

E a notícia que a Elaine traz é assustadora...14 milhões de analfabetos!

Não há como esquecer, Hugo, o nosso querido Hod era um eterno preocupado com os 'analfabetos funcionais'. Volta e meia estava ele tratando conosco dessa preocupação. Sinceramente, amigo, eu gostaria muito de faze algo a respeito.

Excelente postagem,pedagogo!
Parabéns.

Um grande abraço!

feiticeira disse...

é mesmo necessário tentar fazer algo para mudar essa situação. No entanto muitas vezes a analfabetização vem acompanhada de pobreza, fome, falta de apoio. É necessário alimentar, cuidar e depois educar todas essas populações.

Meri Aleixo disse...

Hugo
Primeiro sobre o teu comentário a respeito do filme
Vou assistir e depois comentamos se foi bom

Falando de alfabetização estamos numa era em que a Educação é o retrato político do país, é claro falando do Brasil.
Quando não se prioriza as bases, o resultado é o que temos aí,
pessoas que não reconhecem seus direito minimamente,
não sabem ler, e se apenas foram alfabetizadas sem dar continuidade, nunca poderão reivindicar seus direito.
Com isso prevalece a lei do mais forte, bem formado, bem letrado... E tal...
Hugo trabalho com alunos com dificuldades no aprendizado (Numa Clínica de Desenvolvimento Humano em Curitiba)
Pasme amigo, os pais pagam muito para descobrirem no decorrer do atendimento, em muitos casos, que seus filhos foram mal alfabetizado.
O que fazemos? Refazemos o caminho desde as primeiras séries.
Problemas que se acumulam, desde a formação dos professores, baixos salários, até a desmotivação destes, com resultados desastrosos para as crianças.
Mas há esperança Hugo, há sim...

Abraço menino querido

Daniel Savio disse...

Como podemos esperar fazermos uma sociedade melhor se não temos o basico para a formação de cidadãos...

Fique com Deus, menino Hugo.
Um abraço.

Rebeca Postigo disse...

Disse tudo...
A definição desse professor foi a melhor que já li...
Não tenho o que dizer depois disso...
Seria apenas redundante...
Belo texto!!!

Bjs

Majoli disse...

Oi meu querido, que coisa mais triste essa realidade do analfabetismo.
Que essa data não seja apenas mais uma data comemorativa e sim levada a sério pelo nosso governo e por nós professores.
Beijos com carinho enorme no teu ♥.
Te gosto muito querido.

Angelo Augusto Paula do Nascimento disse...

Paulo Freire é Paulo Freire! Bom comentário. A mudança que queremos em nosso país começa com a alfabetização.
Abraços

Ramonices disse...

Pior que é foda, os caras sabem ler e escrever, mas é só isso, acho que continuam sendo analfabeto :S E pra ser sincero a internet vem colaborando com essa de "analfabeto funcional" o problema que os analfabetos na internet, nem escreve sabem :(

Abraços Thiago Ramone.

Paulo Braccini disse...

é isto querido ... educação e cultura ... é o q este país precisa ...

bjux

;-)

Everson Russo disse...

Importantissimo dia esse....abraços de otima quinta feira pra ti amigo...

Menino-Homem disse...

dia que devia se lembrando o ano todo...!

beijos,
fique com Deus!

Nilce disse...

Oi, Hugo

Fico indignada com o governo, muito orgulhoso por estar diminuindo o analfabetismo, considerando alfabetizados, o que nós educadores conhecemos muito bem como "analfabetos funcionais".
Para eles saber "desenhar" o nome é suficiente para votar.
É revoltante!

Bjs no coração!

Nilce

António Rosa disse...

Hugo

No meu país a situação mudou para melhor nos últimos 35 anos. A escolaridade é obrigatória. Mas não quer dizer que sejamos um país completamente alfabetizado! Até porque ser alfabetizado não significa 'saber ler'.

Abraço.

Wanderley Elian Lima disse...

Muito bem lembrado Hugo, um dos unicos países em que não tem analfabetos é Cuba. O Brasil ainda tem muito por fazer.
Bjux

Cacá disse...

Eu havia guardado um artigo que encontreio na net para fazer uma crônica no dia de hoje e acabei me esquecendo. Foi bom que você o fez por todos nós. Se você quiser dar uma olhada depois, está nesse endereço.
Abraços, Hugo. paz e bem.
: http://geografia.uol.com.br/geografia/mapas-demografia/29/artigo158381-1.asp

Água disse...

Oi Hugo! Pena que essa chave ainda pertença a muito poucos! Mas, a data serve de alerta! Um abraço!

Essência e Palavras disse...

Nossa! Quanta cultura!
Meu Deus!


Parabéns pelo post. Parabéns por ser quem é!

Beejo enorme no seu coraçao!

Dani Brito disse...

Hugo, a mulher pêra está se candidatando e a formação dela é: Sabe ler e escrever, ou seja..rsrs..brincadeira...nossa tadinhos, deve ser horrivel não saber ler e escrever. Mas é verdade, não precisa só ter a chave, mas saber abrir a porta.

Beijokas

Ana Maria disse...

Parabéns, menino, por essa postagem.
Saber que existem alfabetizados que permanecem analfabetos. Só fazendo coisas prejudiciais aos outros. Que pena.!
Beijinhos abençoados!

Graça Pereira disse...

Ainda bem que há um DIA DA ALFABETIZAÇÃO...para lembrar!!!Mas acho que todos os dias deveriam ser etapas novas para tanta gente que não sabe conhecer o mundo...Gosto muito da definição do Professor Paulo Freire e gostei muito deste teu trabalho! Parabens!
beijo
Graça

Valdeir Almeida disse...

Hugo,

Muito bom você mencionar a data. O índice de analfabetismo está diminuindo no Brasil, mas, na verdade há é muito grande o número de analfabetos funcionais.

E em tempo de campanha política, vemos que isso deve ser uma regra, pois os candidatos ficam exaltando a pobreza e o "falar errado" para ganharem a confiança e voto dos eleitores. Vergonha.

Abração, Hugo, e ótima sexta-feira.

G I L B E R T O disse...

Hugo

Todos os teus posts sobre educação tem muita autoridade neles - imprimes isso graças, primeiro, a tua capacidade de escrever e comunicar e, em seguida, a tua experiência profissional!

Parabéns!

A gente sempre aprende um pouco contigo, meu amigo!

GRato!

Lua Nova disse...

14 milhões de analfabetos só no Brasil, e a esses, temos que juntar os analfabetos funcionais que são muuuuuiiitos!!! Paulo Freire, brilhante como sempre e de uma lucidez invejável, está absolutamente correto. Alfabetizar alguém é fazer desse alguém, um cidadão, o que é muito mais do que ensiná-lo a assinar seu nome.
Ótimo post, Hugo.
Beijokas.