segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Soldados não choram.


13 comentários:

FRAN "O Samurai" disse...

Olá Hugo!

Vendo este livro, me fez lembrar muito o filme Brokeback Mountain, que eu achei fantástico pois gosto muito de ver um filme com conteúdo e boa história. E que possui o mesmo tema polêmico como sempre que é o homossexualismo. Aquela coisa de cowboys são machões e nunca existiria um caso desses. Assim eu acredito que seja a mesma polêmica. Soldados do exército são machões.

Parece interessante...

Abraço!

Pelos caminhos da vida. disse...

Amigo faço das palavras do Fran as minhas.

Otimo dia para vc.

bjs.

Nanda Assis disse...

bacana, mas pra mim essa raça de policia, exercito até que não, mas policia militar é tudo boiola, se fosse assim teriam que excluir todos kk.
desculpe mas num resisti.

bjosss...

paula barros disse...

Homossexualidade ainda é um tema que gera polêmica, com muitos preconceitos. Apesar de grande evolução na forma de ver o outro.

Imagino no exército. Nas forças armadas de um modo geral. Embora saiba de muitos casos, assumidos ou não.

Hoje a justiça já reconhece o direito de receber pensão em caso de morte de um dos parceiros.

Assim vamos evoluindo.

Se tentássemos entender e respeitar cada com o jeito de ser, com suas opções, vontades...onde deve estar a felicidade, a paz interior, e o bem-estar acima de tudo, teríamos uma sociedade melhor.

abraços, tudo de bom.

Fernanda! disse...

Vi um filme, chamado beleza americana...O grande machão do filme que por sinal era um militar aposentado, era um cara confuso com a opção sexual, fazia sexo com os garotões durante o dia e a noite batia na esposa.

Bjos menino lindo@!

Marcos Freitas disse...

Deve ter algumas revelaçãos.

Acho que irei ler.

Duda Martinez disse...

Homens choram, Hugo. Assim como todo ser vivo chora. Do resto, puro preconceito.
Mas continue preferindo sorrir. Lindo!! Beijosss

Wagner disse...

Muito curioso! A mesma Globo que apoiou a ditadura militar do Brasil agora lança um livro como se estivesse "do outro lado"! Deve ser a tal máxima "Bussiness is bussiness"! Abraços cara, gostei do teu blog!

Serginho Tavares disse...

ah
eu bem queria um chorando por mim

Marcella disse...

Hum, deve ser interessante heim!
Beijos!

[Farelos e Sílabas] disse...

...

Gostei da dica, amigão!

Espero que a Globo também faça uma roda de debates por aqui também, logo aqui que é a sede da Editora... Humpf...

Seja como for...

Abraço em palavras plurais pra tornar tudo negrito!

...

Glayce disse...

Olha só, saiu um liiivro????
Uau!
E eu conheço o Laci...Moro, como vc sabe, no DF e frequento o HGeB...
Fiquei muito frustrada com essa historia toda de preconceitos...=(

Laci pessoalmente é muito mais biito!

beijos

Pavón disse...

A polemica sempre faz um bom filme e livro, e nada mais polemico nos dias de hoje que o tema do homossexualismo. Mesmo por que o preconceito só existe por que muitos desconhecem o mesmo, e é preciso mostrar que não são monstros apenas pela opção sexual, mas que são seres humanos como qualquer um de nós...

Apoio deliberadamente iniciativas como essa.

Grande Abraço