sábado, 29 de novembro de 2008

A Quem Importa?


As pessoas me marcam
Me apontam com o dedo
Sussurram as minhas costas
E a mim pouco me importa.

O que mais me dá
Se sou diferente deles?
Não sou de ninguém
Não tenho dono.

Eu sei que me criticam
Me consta que me odeia
A inveja os coroe
Minha vida os sufoca
Porque será?

Eu não tenho culpa
Minha circunstância os insulta.
Meu destino é o que eu decido
O que eu escolho para mim.

A quem importa o que eu faça?
A quem importa o que eu diga?
Eu sou assim e assim seguirei.
Nunca mudarei

Talvez a culpa é minha
Por não seguir a norma
Já é muito tarde
Para mudar agora
Me manterei firme em minhas convicções
Reforçarei minhas posições

Meu destino é o que eu decido
O que eu escolho para mim...
......
*Tradução: A Quien Lê Importa? – Thalia (A quem importa?)
......
*Foto: HSLO (Hugo de Souza Lima de Oliveira)

18 comentários:

Duda Martinez disse...

Hugo, nessa nossa breve passagem por esse mundo, acabamos nos preocupando com coisas pequenas demais e esquecemos de nós mesmos. Só bem mais tarde é que vamos nos dar conta da bobagem que fizemos em dar importância a tantas convenções. Seja você mesmo, do jeito que quiser, do jeito que te fizer feliz. Só isso é importante. A partir do momento que você não está prejudicando ninguém, pra que querer agradar a todos?
Seja sempre feliz. Isso sim é que importa!!!
Beijos Meu Menino!

Fernanda! disse...

As normas foram feitas para serem quebradas, e só os com coragem, carater e personalidade consegue fazer isso.

Seja bem vindo ao mundo comodando pelos hipocritas,mais nao desanime que a maioria deles tem telhado de vidro.

Amor!!! Adorei a trilha sorona aqui, delicia!!

Bjos de luz!

Serginho Tavares disse...

adorei a foto
você sempre lindão

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querido Hugo, brilhante o teu poema, forte, afirmativo da tua vontade... Gostei!
Votos de bom fim de semana... Beijinhos de carinho e ternura,
Fernandinha

Pavón disse...

Texto forte e eloquente... e sinceramente quais são as normas que a sociedade coloca para sermos "alguem"? Esse tipo de norma torna as pessoas "iguais", e de iguais nós temos apenas a nossa origem animal, nossa classificação mamifera, nossa origem ancestral dos curvados peludos... somos diferentes, pensamos diferentes, agimos de modos diferentes e é na diferença que temos a possibilidade de crescer, de evoluir, de sermos quem somos... para isso basta uma unica coisa, RESPEITO.

Abraços

Polêmica disse...

Cada um deve seguir suas convicções sem atrapalhar a vida de ninguém, todos são responsáveis por si mesmo. Ás vezes sedendo, ás vezes impondo, vamos seguir nossa vida com muito respeito ao próximo!

Beijão!

Deisy disse...

que legal essa letra... muito boa mesmo... e o que importa o que vao pensar de mim? NADA...

obrigada pelo comentario no meu blog...

te linkei tbm...

bjim

FRAN "O Samurai" disse...

Olá Hugo!

Profundo e bastante belo esse texto! Gostei e acho que ele diz com perfeição tudo aquilo que precisamos ouvir diante das ofensas desse mundo rotulante...

Deixo aqui uns conselhos que carrego comigo sempre:

Seja você mesmo... custe o que custar!
Seja autêntico!
Ame você... pra depois amar os outros!
O que os outros falam de você não importa!
Dê valor... aqueles que te dão valor!
Não tenha medo de dizer do que gosta!
Seja fiel a você mesmo!
Seja feliz... por ser você do jeito que é!

"DEUS TE FEZ ÚNICO...NÃO UMA CÓPIA!"

Abraço e ótimo Domingo.

Siga com um sorriso no rosto, mesmo que carregue alguma mágoa ou tristeza do mundo, sorria!

Fui.

paula barros disse...

Sempre haverá que nos julgue, nos critique, nos aponte. Temos que estar bem conosco. Isso é o que importa. Assim enfrentamos o que vier.

Cazuza, Bethania, Clarice, bem significativos.

abraços, bom dia.

Pelos caminhos da vida. disse...

Falem bem ou mal mas falem de mim,sinal de que existo.


Bom domingo.

bjs.

Diogo Caceres disse...

Oi amigo, visitando seu blog, deixo aq meus parabens pelo poema... impossivel querer agradar a "gregos e troianos". A felicidade está em sermos nós mesmos e compreender que cada um tem seu caminho. Somos construtores de nossa felicidade, por isso a decisão de como agir está em nossas mãos... não podemos abdicar de uma das maiores dádivas divinas: livre-arbitrio!! Blza de post, abração e muita paz!!!

Glayce disse...

Olá!
Amei a foto! É vc, né? Dois de você?

Adorei o poema!

A culpa não é sua e nem nunca será. Somos quem podemos ser, somos o que somos, simples assim. Simples e importante como um belo beijo na boca! Nosso destino depende, mas acho que não integralmente, muito de nós!

Beijaãão

Leonardo Werneck disse...

Mais ou menos assim: Falem mal, mas falem de mim. Né?

Eu concordo com esse texto, penso assim tbm

Pelos caminhos da vida. disse...

Voltei, mas agora para lhe desejar uma semana excelente para vc amigo.

bjs.

Diego! disse...

Thalia!
Tipo a maria do Bairro!?rsrs

Sobre ser diferente...acaba por virar uma coisa chata. Essa coisa de afirmação, de bater no peito e falar que é superior. Essas coisas que acabamos fazendo quando nos encontramos em situação de minoria.
Eu adotei a filosofia do “Cagar e Andar”. Libertador não ligar para nada.

Até...

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Quebre os grilhões que nos prende a liberdade.
Hugo, estou com saudade de você, e muita. Vá aos meus cantinhos, porque agora tenho dois.
Você ainda não foi apreciar a minha postagem no Galeria sobre o filme da Massai Branca. Vou ficar à sua espera. E se quiser tomar um chá comigo, vá ao poemas e canções:
http://poemasscancoes.blogspot.com
Beijos,
Renata

Poeta Mauro Rocha disse...

O importante da vida é viver!!

Um abraço!!

Adriano Caroso disse...

Que poema maravilhosa. A nossa vida a muitos importa. Pena que eles não saibam como compreendê-la! lindo!