domingo, 19 de outubro de 2008

O que faria por um AMIGO?



Acredito que todos sofreram com o desfecho triste ocorrido na cidade de Santo André-SP durante essa semana. As duas adolescentes Eloá Pimentel e Nayara Silva ficaram feridas no desfecho de um seqüestro que durou mais de 100 horas. Na segunda-feira (13), por volta das 13h30, motivado por ciúmes, de seu namorado o qual, prefiro não tocar no nome, pois ela me dá nojo e repúdio.

Dentro dessa triste história, o que mais chamou minha atenção foi a AMIZADE entre as duas meninas. Uma relação profunda e verdadeira que levou Nayara uma das vítimas a retornar ao apartamento mesmo depois de ser libertada. Se foi uma estratégia da polícia não importa, o que importa é analisar a CORAGEM e ATITUDE da garota. Ela não olhou o perigo que existia em voltar dentro do apartamento, mas em poder retornar e ficar ao lado da amiga. Isso foi um ato grandioso que não vimos em NOSSO-COTIDIANO e por isso, fiquei fascinado.
Vivemos em um mundo que existem raras pessoas como Nayara. Ela que em momento algum pensou somente em sua existência. E por isso, reagiu daquela forma. Ela na verdade transcendeu uma relação poderosa chamada AMIZADE algo tão difícil de encontrar.



Sei que não é nada fácil a perca de uma filha ,de uma irmã, de uma amiga! Mas Deus com sua infinita bondade, nos da força para seguir em frente, e guardarmos somente as boas recordações! Ela já está em um plano espiritual muito elevado e amparado por vários anjos. Meus sinceros sentimentos, que Deus ilumine toda a família e que de todo o conforto necessário, para que ela tenha uma boa evolução espiritual.
*Por_____HSLO



14 comentários:

Serginho Tavares disse...

essa historia me deixou muito triste... sem palavras
a verdadeira amizade quando existe é assim mesmo. tenho certeza que a Nayara acreditava que tudo ia dar certo no final assim como a Eloá também
infelizmente não deu
Elóa está com Deus agora. é um anjo que estará ao lado da família e dos amigos para todo sempre

deh disse...

ainda esses dias eu e umas amigas estávamos comentando o fato, sobre ela ter voltado.
não dá pra saber que reação se tem, mas acho que eu jamais permitiria que alguém machucasse uma das minhas xuxus (é assim que nós quatro nos tratamos). elas sempre foram uma grande referência pra mim, nos momentos em que eu me senti mais perdida, me lembrando de quem eu sou e das coisas que valem a pena. no final, acho que um amigo se torna isso, uma parte da gte sem a qual não queremos imaginar nossas vidas. por mais mimada que uma seja, rabugenta que outra seja, são minhas amigas e eu realmente não quero aprender a viver sem elas.
acho que foi isso que a menina sentiu quando voltou, que se ela fosse adiante sem sua amiga, na frente dela havia uma vida totalmente diferente: mais pobre, mais vazia, mais amarga.
enfim... tão triste...

bju, boa semana!

Marcos Freitas disse...

Realmente, uma gesto lindo, tenho certeza que Nayara sofrerá muito com a perda da amiga.

Ontem vi na televisão que elas estava entre as populars do colégio, andavam sempre juntas... uma pena o desfecho dessa história ser tão triste.

Marcos Freitas disse...

Posso tomar a liberdade e escrever algo sobre esse tema?

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Bonito gesto de Nayara, que achou, até o fim, que podia salvar a amiga. Infelizmente, não deu. Eram duas meninas, na idade em que se acredita que nada de mal lhes acontecerá. Tomara que supere logo a perda da amiga.
Hugo, tenho agora mais um Blog, além do Galeria. É o Resenhas Antigas, destinado a publicar as resenhas de filmes que fiz de maio a setembro e que retirei do arquivo do Galeria quando ia fechá-lo. Como não o fechei, abri mais um Blog só para pôr as resenhas. Lá estão postadas as resenhas de maio: Across the Universe ou a Revolução; Asas do Desejo; a sinopse de Cidade dos Anjos; e o artigo sobre Blade Runner. Gostaria muito que fosse visitá-lo:
http://resenhasantigas.blogspot.com
Mas também se chega lá pelo link que vc tem no seu Blog. Estou à sua espera.
Um beijo,
Renata

Little Pet disse...

Eh uma pena o jeito qur terminou tudo. Mas acredito que tudo oq acontece tem um motivo, muita das vezes pra podermos evoluir.

Nomomento parece dificil mas logo tudo ficará mais claro pra familia, pra nayara e pra qm mais estiver diretamente ligado a eloá. Deus com certeza confortará esses corações.

Marcos Freitas disse...

Hugo,

O Passagem Cultural é um blog onde postarei sobre cultura, dicas de peças, teatros e shows.

É uma proposta muito legal, passe sempre por lá.

Abraços

Marcos Freitas

Pelos caminhos da vida. disse...

Foi uma semana triste.

Sempre acreditei que amiga(o),são anjos que Deus coloca no nosso caminho.
Nayara era o anjo da Eloá.

Um gde abraço anjo.

beijooo.

anderson eduardo disse...

Caso muito triste esse, nao tenho mas palavras para comentar.... abração e que deus esteja conosco

Ana Mariana disse...

Eh mto triste o que vem acontecendoo neste mundoo! E são atitudes como a de Nayara q nos faz ter esperança de q um diia tudo vai melhorar! O seu blog tah de parabéns Hugo! Estou adorandoo tudo o que posta!BjÔ*

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Hugo:
Ontem vim aqui e comentei o este post e você nem foi ao meu Blog! Não faz mal, brincadeirinha. Mas hoje tem de ir, porque fiz nova postagem.
Beijos, querido,
Renata

Mello disse...

Uma amizade muito bonita. As amizades deveriam ser assim, dar a vida pelo amigo ou amiga. Foi um gesto muito nobre, o da jovem que se encontra noutro plano, o superior! Eu, que desacreditei a palavra amizade, fiquei emocionada com um gesto de amor tão desprendido.

Beijinhos,


Graça Mello

Gui Vivian disse...

Não aguento mais ouvir falar desse caso, a mídia deu proporções astronômicas pra isso.

Foi uma pena o que aconteceu. Aquilo sim, foi uma prova de amizade!

Nanda Assis disse...

e podemos ter certeza, que o fato dela ter ficado os ultimos dias de eloa junto dela, ela conseguiu amenizar o sofrimento da amiga, coisa que a própria mãe não pode fazer.
um gesto de verdadeira amizade até o último momento.

bjosss...