quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Furto na escola: e agora?


Cada vez mais os educadores propagam a necessária aproximação entre a escola e a "vida lá fora". O desafio é diminuir a distância entre o que se ensina na sala de aula e a realidade cotidiana, com suas riquezas e contradições. Às vezes, alguns aspectos radicais da realidade invadem a sala de aula sem pedir licença, forçando os educadores a enfrentar problemas cujas soluções não estão nos livros didáticos. O roubo na sala de aula é um deles. Dinheiro e objetos pessoais de alunos, professores e funcionários desaparecem de mochilas, bolsas, armários... O que fazer, então? De quem suspeitar? Como encaminhar uma questão tão delicada sem ferir os princípios éticos que uma instituição educacional deve ser a primeira a preservar? Como a escola deve agir nesse momento? Qual a sua opinião?

.

P.S. Essas indagações foram feitas pela Profª. Marcia Stein, resolvi publicar aqui no blog, pois essa situação faz parte do Nosso-Cotidiano, do meu particularmente que sou Educador. Mas, fiz questão de públicar aqui, pois, quero saber a posição de vocês caros leitores.

36 comentários:

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Caro amigo.

Penso que estes problemas refletem também um modelo ineficiente de ensino.
Já não discutimos ética na escola, já não questionamos as atitudes de professores e alunos, achamos que tudo é normal, que tudo se reorganizará um dia.
Penso ser esta a nossa grande missão, e lutar contra ela questionando valores, sem medo do elogio ou da correção necessária, será a única forma de construirmos o País que sonhamos.

Semana leve para ti.

Flor ♥ disse...

É mesmo uma situação delicada... lembro que em minha época de escola, quando sumia algum material de aluno na sala, a professora fazia com que todos os alunos expusessem o conteúdo de sua mochila (naquela época não usavamos mochila, e sim "pasta"... rsrs). Só aí podíamos sair da escola. Era, realmente, um constrangimento, mas aquele que tinha apanhado o material do outro sempre aprendia a lição, e ficava tão envergonhado que não pegava mais as coisas dos outros. Hoje em dia, não sei como os professores lidam com essa questão.

Bjs.

Pelos caminhos da vida. disse...

Paz
__________________União
_________________Alegrias
________________Esperanças
_______________Amor.Sucesso
______________Realizações★Luz
_____________Respeito★harmonia
____________Saúde★..solidariedade
___________Felicidade ★...Humildade
__________Confraternização ★..Pureza
_________Amizade ★Sabedoria★.Perdão
________Igualdade★Liberdade.Boa-.sorte
_______Sinceridade★Estima★.Fraternidade
______Equilíbrio★Dignidade★...Benevolência
_____Fé★Bondade_Paciência..Gratidão_Força
____Tenacidade★Prosperidade_.Reconhecimento
(¨`•.•´¨). ×`•.¸.•´× (¨`•.•´¨). ×`•.¸.•´×(¨`•.•´¨)
(¨`•.•´¨). ×`•.¸.•´× (¨`•.•´¨). ×`•.¸.•´×(¨`•.•´¨)
CAMPANHA: VAMOS FAZER ESTA ÁRVORE CIRCULAR
NOSSO ATÉ O FIM DO ANO PARA ENERGIZAR 2010!!!
PARTICIPE VOCÊ TAMBÉM ENVIE PARA AMIGOS
QUE VOCÊ CONSIDERA ESPECIAL

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Olá, querido!
Assistiu a "Escritores da Liberdade"? É com Amor *****
Se eu puder, faço uma pequena resenha, ok?
Beijossss
Renata

Essência e Palavras disse...

Ao meu modo de ver(já atendi casos parecidos na Psic escolar) Cabe ao corpo doscente observar e ter em mãos a historia de cada aluno.De cada um dos trabalhadores desta instituição. Com certeza é algo minucioso que deve ser exposto com cuidado e ajuda de profissionais adequados. Pois, além do dano pessoal que existe a quem furta, pode ocorrer algo de maior intensidade, caso seja, o fato exposto de forma tão absorta.

Muito boa a questão que você trouxe.
Parabens!

beejo

Hod disse...

Olá amigo Hugo,
Onde começam os problemas e como eles diferenciam-se entre si?
Educação que começa na mais tenra idade entre outras finaliades prevê a correção de desvios da personalidade e tem como ambiente a familia. Pais consciente zelam pela conduta dos filhos.

Ensino ou a busca pela informação e como apliá-la tornando o o indivíduo apto à competir em grupo ou individualmente. Desenvolver o aparelho intelectual de cada indíviduo é o atributo maior da Escola.

Nos dois ambientes tanto familiar como social existem medidas punitivas e disciplinares que visam corrirgir desvios de conduto.
De uma maneira ou outra estamos todos matriculados em uma escola de tempo intergral chamada vida que vai cobrar de cada individuo as lições que forem apresentadas uma a uma. Sabemos que alguns fracassos e sucessos acontecerão.
Já os métodos de ensino não acompanham a evolução dos desvios psico sociais promovida pela inversão de valores que começa em casa.

Forte abraço e um Feliz Natal e próspero ano de 2010!!

Hod.

Sentimental ♥ disse...

Complicado né?
Conheço muitos professores, de diferentes pontos da minha cidade, uns locais mais violentos que os outros. acho que o pessoal está tão acostumado que não andam com nada de valor, justamente pra q isso não aconteça. Uma pena!

railer disse...

primeiro acho que a escola deve educar os alunos para que isso não aconteça. se for o caso, instalar câmeras ajuda a inibir atos assim.

Daniel Savio disse...

Menino, tentarei responder a tuas perguntas:

O que fazer, então?
Resposta: primeiro tentar restrigir os possiveis suspeitos...

De quem suspeitar?
Resposta: Infelizmente, inicialmente vai cair sobre a turma da bagunça, ou do mal...

Como encaminhar uma questão tão delicada sem ferir os princípios éticos que uma instituição educacional deve ser a primeira a preservar?
Resposta: após definir o culpado, o certo seria um acompanhamento psicologico para descobrir a culpa, sendo que claro que envolver os pais no tratamento do filho (não descarto um tratamento aos pais tambéns).

Como a escola deve agir nesse momento?
Resposta: tentando inicialmente corrigir o problema, depois punido severamente o infrator...

Está acima.

Fique com Deus, menino Hugo.
Um abraço.

Fumaça Subindo disse...

acredito que se possa achar um termo para esse impace, tudo com uma boa conversa.

Fatima disse...

Oh situação chata viu. Só quem já passou por ela sabe como é complicada de resolver.
Bjs.

Wanderley Elian Lima disse...

Amigo Hugo, como educador, diretor de uma escola com 1200 alunos, vivo diáriamente este problema, até hoje não sei como resolvê-lo, se vc descobrir me avise com urgência.
Abração

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Primeiro parabéns pela iniciativa.Difcíl até de opinar,mas vou tentar.É tudo um grande bolo de falhas. O ensino(e não é culpa dos professores) nãn ada memso muito bom,isso já é um detalhe importante.E difícil até para a direção da escola tomar decisão, mas penso que é basicamente, que de uns tempos pra cá, houve um distancimamento entre a família e a escola.No meu tempo, havia boa aproximação,inclusive a função de professor era muito respeita,conceituada.Hoje a professora não pode dizer mais nada,que vem um monte de pais para brigar. Há uns meses, se não me engano, no Paraná mesmo, uma escola foi toda pintada cm dinheiro de pais de alunos.Um desses alunos pixou a parede e a professora fez o menino pintar de novo.Aí vem pai e mãe, com direitos humanos e estatuto do adolescente debaixo do braço e deu maior rebuliço, inclusive com quase punição para a professora. Só que felizmente os próprios pais dos outros alunos,se reuniram e se manifestaram em prol dela.Achei bacana isso. Precismaos aproximar de novo, pais e professores.Um abraço

Everson Russo disse...

Realmente algumas coisas andam saindo do controle normal da vida....abraços amigo e um belo dia pra ti.

Arthur Alter L. disse...

Hugo,
Atualmente meu universo educacional é sala de ensino superior. Mas já vivi situações como essas anteriormente.
É de fato uma situação muito delicada. Deve se preservar e muito os princípios e valores éticos inerentes a cada pessoa. Cada caso deve ser visto isoladamente. Os próprios alunos podem ser motivados e orientados para dificultar os roubos tomando conta de seus objetos. Debates sobre ética, crime, punição e maturidade podem ser importantes. Depois de todo esse envolvimento que abrange professores, alunos, funcionários, pais e toda a comunidade, caso os resultados sejam poucos, deve se então usar atitudes mais invasivas e uma delas sem dúvida é a instalação de câmeras nas salas de aulas e em toda a escola. Muitas escolas já funcionam assim.
Muito bom o tema, polêmico o suficiente. Obrigado por partilhar com a gente.
Um abraço.

@philipsouza disse...

infelizmente veremos isso sempre ne amigo......

e te convida

Para o MOB2010 que acontecera dia 19/12 sabado em todos os blogs, entre no Entrando Numa Fria e saiba mais, conto com vc,,,a postagem pode ser de um dia só é para vermos as opinioes para 2010 de cada um assim muitos leitores terem ideia do que queremos e aplicar em mudanças, Mais detalhes por la...

abraçao

alezandri disse...

Olá :)

Sem dúvida, a educação nas escolas é um tema que toma proporções preocupantes, tipo efeito bola de neve, pelos constantes assaltos à moral e bons costumes que se vêm verificando cada vez mais decadente no nosso quotidiano.

É urgente que a começar em casa, pelos pais e educadores e prolongando-se para o sistema educativo, que sejam tomadas resoluções eficazes para reverter estes problemas que sim são muito graves, e estão a acontecer no meios infantil e adolescente.

Não Vos preocupa, que esta rebeldia "criminosa" esteja a ficar enraizada junto daqueles que amanhã ocuparão os lugares de responsabilidade sobre o nosso Planeta???

Muito preocupante, e mais ainda quando parece haver uma pavida serenidade e impunidade por parte dos responsáveis actuais... lamentável!

Não sou a favor da violência, mas as reguadas e os puxões de orelhas e os castigos que os meus professores e pais me ofereceram quando era criança, não me fizeram mal nenhum.

Desde cedo a criança deve aprender e compreender os genuínos conceitos de liberdade, respeito, e amor. Agora pergunto ainda... Será que os educadores de hoje conhecem esses conceitos?

Grande Abraço, e hugo, apreciei imenso o teu trabalho neste teu espaço.

Já para não falar nas lindas comentadoras ;)

Ana Paula disse...

Hum...Eu n sei o q se deve fazer numa hora dessas...Mas sei q se deve ter muito cuidado em qualquer ação.
^^

Denilson D'Almeida disse...

não só furto, amigo!
brigas de gangues e entre alunos também ocorrem com frequencia nas escolas.

Max Coutinho disse...

Oi Hugo,

Pois é, trata-se de uma situação bem delicada mesmo:

Eu diria que a escola deveria proceder a uma investigação interna, sem grandes alaridos, afim de apurar quem possa ter cometido tal crime. Depois disso, aquando da posse de um certo número de suspeitos, levar o caso a público para ver a reacção dos mesmos - garantido que alguém se denunciará.

Aqui fica a minha opinião.

Festas felizes, querido!! :D

Beijos

Sereia disse...

Boa tarde meu querido.
Muito verdadeira a sua postagem nem tem como argumentar.
Posso te pedir um favor?
Hoje está aniversariando um amigo muito querido de blog e eu gostaria de uma visitinha sua lá no cantinho dele pode ser?
Eu conto com a sua presença tenho certeza de q vc vai gostar.
http://zecarlosmanzano.blogspot.com/
Bjssssssssssssssss

Athila Goyaz disse...

é verdade, essas questões devem ser tratadas com seriedade por parte da instituição e dos professores... muito delicado isso!
bjux

Candy disse...

Infelizmente não sei quais medidas o colégio poderia tomar, mas eu como aluno sempre carrego minha mochila comigo. Prefiro evitar que tais situações aconteçam. No entanto, ter que viver nessa desconfiança e tendo que carregar tudo pra todos os lados no colégio é mesmo um saco...

=/

Athila Goyaz disse...

é uma iniciativa do meu amigo Jay do blog http://toaquivocetambem.blogspot.com/ e caio do www.furolm.blogspot.com

abços

Paula disse...

Concordo com tudo o que voce disse e como aluna, posso dizer que ja passei por isso varias vezes, não so como vitima ou como espectadora.
Não so o furto mas também a perda de um objeto ou dinheiro como dito no texto.
Situação seria =/
Paula

Evelyne Freitas Apenas um Ser Em Evolução disse...

Triste né?
Acho que não tem muito o que fazer a curto prazo não.
Muito Boa essa tática de carregar a bolsa pra todo lado mas um dia vc se descuida tbm, e é pego.
Bom seria que todos tivesse carater.

Silvana Nunes .'. disse...

Que minhas emoções sejam equilibradas; que a harmonia seja instalada em minha alma; que meu coração seja a morada permanente do amor: que o ele seja infinitamente a força que me sustenta, mantendo-me unida a todos os meus irmãos. Que a cada amanhecer eu seja preenchido pelos raios de Sol.
Que Nhande Rú me permita espalhar por onde eu andar o seu ensinamento, e que todos os que através de mim sentirem a presença do Amor, o levem adiante a todos outros que encontrarem pelo caminho.
Que Assim Seja !
Desejo uma noite de Natal Próspera e de Sucesso,.
Saúde e Paz!
Silvana Nunes.’.
FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER...
Em: http://www.silnunesprof.blogspot.com

CarlaSofia disse...

Olá, julgo que o bom senso do educador, face à turma que tem, conseguirá fazer ver que a situação é grave e merece ser responsabilizada.
Os professores têm por vezes tarefas gigantes pela frente, mas poderão tornar algumas crianças em bons adultos.
grata pela passagem nos universosquestionáveis, até breve

Pelos caminhos da vida. disse...

Fim de semana de luz amigo.

beijooo.

Poeta Mauro Rocha disse...

Grande Hugo!! Quero desejar-lhe um Feliz Natal para você e toda sua familia e que tenhamos muito amor e paz nos das que se seguem,estou antecipando pois vou viajar e não haverá internet onde vou,rssrsrr, mas independente diso, gostaria de dizer que estarei ligado a todos na esperança de um Brasil e mundo melhor e no desejo que sejamos muito felizes. Um abraço!!

Principe Encantado disse...

A Melhor mensagem de Natal é aquela que sai em silêncio de nossos corações e aquece com ternura os corações daqueles que nos acompanham em nossa caminhada pela vida. Obrigado por acompanhar minha caminhada.
Feliz Natal.
Abraços forte

Sereia disse...

Boa tarde meu querido.
Bjs.

Paz
__________________União
_________________Alegrias
________________Esperanças
_______________Amor.Sucesso
______________Realizações★Luz
_____________Respeito★harmonia
____________Saúde★..solidariedade
___________Felicidade ★...Humildade
__________Confraternização ★..Pureza
_________Amizade ★Sabedoria★.Perdão
________Igualdade★Liberdade.Boa-.sorte
_______Sinceridade★Estima★.Fraternidade
______Equilíbrio★Dignidade★...Benevolência
_____Fé★Bondade_Paciência..Gratidão_Força
____Tenacidade★Prosperidade_.Reconhecimento

CAMPANHA: VAMOS FAZER ESTA ÁRVORE CIRCULAR
NOSSO ATÉ O FIM DO ANO PARA ENERGIZAR 2010!!!
PARTICIPE VOCÊ TAMBÉM ENVIE PARA AMIGOS
QUE VOCÊ CONSIDERA ESPECIAL

. intemporal . disse...

.

. amigo Hugo,,, .

. venho apresentar os votos de um santo natal, e aproveitar para agradecer as visitas efectuadas durante o presente ano aos meus espaços intemporais .

. grat.íssimo .

. sempre e para sempre,,, .

. boas festas .

. paulo .

.

Bertonie disse...

Quando eu era pequeno costumava roubar os óculos 3D rs

Graça Pereira disse...

Este é um post dificil de responder mas muito actual e urgente!
Os valores morais, a ética, o respeito pelos outros, tudo foi adulterado. Em nome da liberdade pode fazer-se tudo!! Isto, pensam os alunos, os seus pais e, infelizmente alguns professores.
Talvez detalhando o acto em si ( feio) e explicando que roubar, talvez pouca coisa...pode ser o início de um caminho marginal... o pouco(???) se faz logo muito e fazendo notar que , talvez o prejudicado seja uma pessoa necessitada, com carências monetárias sem possibilidades de sobreviver esse mês e, finalmente, convidando discretamente o autor a repôr o que roubou, valorizando o seu gesto e a sua atitude.
Errar, todos erramos...o perigoso, é continuar no erro!
Será demagogia o que eu disse?
Resultou comigo!
Feliz Natal, Hugo e um beijão
Graça

Sônia disse...

A questão é muito complicada.
A impressão que eu tenho é de que hoje em dia, muitos pais fecham os olhos para os erros dos seus filhos.
É como a Graça disse: pode tudo!
Liberdade demais, respeito de menos.
Penso que tudo começa dentro de casa. Começa com a educação que cada um recebe dos pais.
Tudo bem que tem filho que é caso perdido mesmo. Mas na maioria das vezes o problema está dentro de casa. Bem alí, debaixo do nariz dos pais que muito ocupados com essa atual vida louca, fingem não ver.
Aí um belo dia, quando tudo está praticamente fora de controle, levam ao psiquiatra e pronto.
Só para desencargo de consciência.