sábado, 10 de janeiro de 2009

Eu vou lhe contar que você não me conhece...


“Eu vou lhe contar que você não me conhece. Eu tenho que gritar isso porque você está surdo e não me ouve. A sedução me escraviza a você, ao fim de tudo você permanece comigo, mas preso ao que eu criei e não a mim. E quanto mais falo sobre a verdade inteira um abismo maior nos separa. Você não tem um nome, eu tenho. Você é um rosto na multidão e eu sou o centro das atenções. Mas a mentira da aparência que eu sou e a mentira da aparência que você é, porque eu não sou meu nome e você não é ninguém. O jogo perigoso que eu pratico aqui, ele busca chegar ao limite possível de aproximação através da aceitação da distância e do reconhecimento dela. Entre eu e você existe a notícia, que nos separa. Eu quero que você me veja a mim. Eu me dispo da notícia. E a minha nudez parada te denuncia e te espelha. Eu me delato, tu me relatas. Eu nos acuso e confesso por nós. Assim me livro das palavras com as quais você me veste"
(Laura Baptista Leite)

18 comentários:

Thyago David. disse...

Muito bom esse texto que tu postou.
As vezes da vontade de gritar isso mesmo.

Ow pow,valeu pela visita lá e por ter lincado .. ;D
Muito bom o seu espaço aqui, passarei mais vezes.

Abraço.

Serginho Tavares disse...

como sempre textos maravilhosos!
beijos

Pelos caminhos da vida. disse...

Bom dia amigo.

Tem selinho para vc la.

beijooo

Bell Bastos disse...

Desculpa o palavrão mas...

FODA! Quee texto FODA!

Não tenho mais palavras no momento.

Adoa disse...

Tenho um desafio para ti num dos meus cantinhos! Se quiseres aceitar, claro!

Beijos!

Adoa disse...

Tenho um desafio para ti num dos meus cantinhos! Se quiseres aceitar, claro!

Beijos!

Fernanda! disse...

Juro que arrepiei aqui, lindo lindo!

Sempre com um tremendo bom gosto para os textos, e o fundo musical?!! Que isso!

Diga q já não me quer, diga q já me esqueceu.....

Adorei!!!

Bjos meu lindo!

Germano Xavier disse...

Você sempre trazendo textos bons para a gente ler. Gostei também desse. Muito.

Um abraço de domingo, meu caro.
Continuemos...

Andreia do Flautim disse...

Uma boa semana para ti!

Vilma disse...

Eu ouvia isto no principio da musica da Maria Betânia, Um Jeito Estúpido de Te Amar!
Até pensava que era dela!
Um texto belíssimo!
:)

Beto disse...

Adorei!!!
liindo mesmo!
bom gosto é só com você mesmo!
beijão!

José Rasquinho disse...

Bom texto!
Parabéns!

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Obrigado pela visita ao meu Rochedo. Gostei de descobrir este espaço... pára por aqui gente de que eu gosto muito, a começar pela Clarice e acabando na Bethânia!

janelasdavida disse...

Oi, tudo bem? Fico feliz que tenha gostado do meu blog! Lega o teu tbm! Bom texto, e tbm gosto de ouvir Cazuza! Ah, sou pedagogo tbm! Um abraço e te aguardo aqui mais vzs!

Duda Martinez disse...

Hugo Amado, você está surpreendente, hein? Será o novo emprego que está te deixando assim?? rsrsrs
Lindo demais!!
Beijos

HAIRYBEARS disse...

ADOREIIIIII

O TEXTO




HAIRYBEARS
http://hairybears.blogspot.com/

Leonardo Werneck disse...

Belo post!

abraços

Poeta Mauro Rocha disse...

Ola!! Que texto e feliz 2009!!