terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Avesso

Hoje acordei e lembrei-me dessa música – Avesso. Ela marcou uma grande história de amor. Tinha 18 anos, quando entrei em contato com o amor. Foi uma descoberta complexa, pois, comecei a amar um ser “proibido” aos olhos da sociedade – hipócrita e preconceituosa. Eu chorei, lutei e amei. De todas as formas, em todos os lugares, em todas as estações do ano, em todos os meses, na chuva e no sol, na noite e no dia. Foram 02 anos de intensa paixão. O amor depois virou amizade, mas sinto orgulho de dizer o quanto contribuir para o meu desenvolvimento. Hoje estou sozinho, mas em busca de outros amores, completos e complexos.

Nós já temos encontro marcado

Eu só não sei quando

Se daqui a dois dias

Se daqui a mil anos

Com dois canos pra mim apontados

Ousaria te olhar, ousaria te ver

Num insuspeitavel bar, pra decência não nos ver

Perigoso é te amar, doloroso querer

Somos homens pra saber o que é melhor pra nós

O desejo a nos punir, só porque somos iguais

A Idade Média é aqui

Mesmo que me arranquem o sexo, minha honra, meu prazer

Te amar eu ousaria

E você, o que fará se esse orgulho nos perder?

******

No clarão do luar, espero

Cá nos braços do mar me entrego

Quanto tempo levar, quero saber se você

É tão forte que nem lá no fundo irá desejar

******

O que eu sinto, meu Deus, é tão forte!

Até pode matar

O teu pai já me jurou de mortepor eu te desviar

Se os boatos criarem raízes

Ousarias me olhar, ousarias me ver

Dois meninos num vagão e o mistério do prazer

Perigoso é me amar, obscuro querer

Somos grandes para entender, mas pequenos para opinar

Se eles vão nos receber é mais fácil condenarou noivados pra fingir

Mesmo que chegue o momento que eu não esteja mais aqui

E meus ossos virem adubo

Você pode me encontrar no avesso de uma dor

11 comentários:

Andreia do Flautim disse...

às vezes o amor dói...

bete disse...

É isso aí Hugo. Aprendendo e crescendo, nossa caminhada é isso.

Serginho Tavares disse...

a primeira vez que ouvi essa música eu nem conhecia o jorge vercilo [ou versilo?]
abração moço

Nanda Assis disse...

nossa que coisa mais linda!!! olha que to achando que vc ta apaixonado ja.

bjosss...

Bell Bastos disse...

Ah, obrigada! Fiquei até encabulada agora. uahuaa Bom saber que as minhas atitudes inspiram, e acredite, Jesus também vai te livrar desse mau do capeta chamado Orkut! Amém irmão! UISDFHUISDFHUI\SFHFDFS

Mas eu nem acho que seja um exemplo tão grande assim... Deletei meu Orkut ontem e hoje estou fazendo um MySpace... HUHUAHHUAAUA

Mas eu garanto, o MySpace é mais legal!

_____________________________

Cara, o problema de nuitas pessoas (ou sociedade, como você quiser chamar) é que elas simplesmente não se preocupam com o que realmente é da conta delas. Ao invés de se preocuparem com as suas vidas (que a maioria das vezes não são boas), as pessoas se preocupam com as vidas dos outros, simpelsmente para fugir dos próprios problemas. E se você estava amando outro homem, qual é o problema? Alguma dessas pessoas preconceituosas vai pagar as suas contas? Se você estava amando, e sendo feliz, é isso o que realmente importa. E eu te admiro muito por ter lutado pelo seu amor, doa em quem doer.

FRAN "O Samurai" disse...

Olá Hugo!

Tudo que é diferente aos olhos da sociedade, será sempre motivo para preconceito. O mundo só será melhor quando essas pessoas abrirem sua mente e perceber que o "amor" é uma palavra universal, sem sexo, sem idade, sem raça, sem crença ou religião. O amor é bonito em todos os sentidos que ele possa chegar.

Abraço e nunca se deixe abater por essas pessoas. Seja feliz! O importante é isso.

Abraço amigo.

Pelos caminhos da vida. disse...

Bom dia.

bjs.

Adriano Caroso disse...

Achei lindo, forte e corajoso. Mas diz uma coisa. De quem é a música Avesso? Pelo título não lembro dela.

Abraços

Adriano Caroso disse...

O que escreveste é a letra dela? Vi agora nos comentários que é do Vercilo. Vou pesquisar na net.

BANDEIRAS disse...

Oi,
Sou fã de Jorge Vercilo e esta foi uma das música que ouvi e me apaixonei por ele até hoje.

Tem uma balada muito gostosa dele que se intitula :
" vela de acender, vela de navegar "

Muito legal, ouve...

Bjs

BANDEIRAS disse...

Em relação a tua história...linda, apaixonante e inesquecível.
É sempre assim nosso primeiro amor, um pouco dolorido, mas que nos faz acreditar que somos capazes de amar outras vezes.

Bjocas