sábado, 25 de outubro de 2008

Imitação da Vida


Dentre os vários CDs gravado pela diva Maria Bethânia, Imitação da Vida gravado ao vivo em 1996 - São Paulo. Dirigido por Fauzi Arap e Jaime Alem. O repertório como sempre foi feito por ela (essa função somente ela faz – é muito exigente) com músicas de grandes compositores como: Chico Buarque, Caetano Veloso, Arnaldo Antunes e Gonzaga Jr. Imitação da Vida é o CD que mais traduz minha história de vida e olhe que tenho a maioria dos CDs da diva, sou um fã de carteirinha. Porém, Imitação da Vida é o melhor registro da carreira de Bethânia, no qual canções e poemas se costuram como se estivessem sido escritos especialmente para o roteiro desse show. A cada faixa, a emoção é crescente e, assim, o CD soa como um deleite. Através deste disco, pude iniciar em Fernando Pessoa e ver a proximidade que há entre a música e a poesia de boa qualidade. IMPERDÍVEL! Simplesmente memorável, de um repertório, rico bem cuidado e trabalhado é uma obra prima, lapidada por ninguém menos que Maria Bethânia uma diva sem igual.
....
Poemas Extraídos do Livro do “Desassossego” de Fernando Pessoa e que compõem Imitação da Vida .
....
Eu agi sempre,
Eu agi sempre para dentro
Eu nunca toquei na vida.
Nunca soube como se amava...
Apenas soube como se sonhava amar.
Se eu gostava de usar anéis de dama nos meus dedos,
É que às vezes eu queria julgar
que as minhas mãos eram de princesa.
Gostava de ver a minha face refletida,
Porque podia sonhar que era a face de outra criatura.
....
Eu tenho uma espécie de dever,
de dever de sonhar de sonhar sempre,
pois sendo mais do que
uma expectadora de mim mesma.
Eu tenho que ter o melhor espetáculo que posso.
E assim me construo a ouro e sedas,
em salas supostas, invento palco,
cenário para viver o meu sonho
entre luzes brandas e
músicas invisíveis.
....
Outrora eu era daqui,
e hoje regresso estrangeiro,
forasteiro do que vejo e ouço,
velho de mim,
Já vi tudo, ainda o que nunca vi,
nem o que nunca verei.
Eu reinei no que nunca fui.
.....

17 comentários:

Rafael disse...

Ótimo gosto... tb é meu preferido!!!

Mello disse...

Fernando pessoa é meu porta preferido.

Beijinhos,

Graça Mello

Mello disse...

Bem acho que escrevi sem ler. São as pressas, dão sempre mau resultado! Fernando Pessoa é o meu poeta preferido, as suas palavras são a porta para o interior de qualquer ser humano.

Isto de não ler o que se escreve... é ruim!

Beijinhos,

Graça Mello

Serginho Tavares disse...

fui a um show dela ano passado
não tem como não gostar
não tem

beijos

Ronaldo Monteiro disse...

Pois é....
Futebol paixão nacional!! mais tem quem não goste msm..
e sobre esse cd.. prefiro alcione :P
bom fds!

[Farelos e Sílabas] disse...

...

Veja só, Hugo! Quanta sensibilidade!

Tem que haver poesia nas veias pra falar com o paladar das tuas palavras!

Abração e tenha um bom fim de semana!

...

Thierry Guttierry's disse...

Amigo ai vc sabe eu tbm adoro...
agente sempre ouvi pra relaxar .
abraços.

Gerly disse...

Obrigada pela visita! Vou te linkar lá tbm.
Venho ler e comentar sempre que der.

Bjoka!

f@ disse...

Obrigado Hugo pela visita a Sal picar-te, lá nos sin ais do vento entre as nuvens:
http://www.ondasnasnuvens.blogspot.com/

Tb gostei mto do teu espaço mas, tenho de voltar para ver com mais atenção…

Aqui neste post adorei a escolha do poema de F P… todos um pouco inventamos o palco dos nossos sonhos...

Beijinhos das nuvens

Fernanda(Brisa Feliz) disse...

Perfeito! Perfeito!

Obrigada por me trazer aqui.

Adorei!

Te linkando tbém.

Bjos!

paula barros disse...

Obrigada pela visita, pelo link, por me dá a oportunidade de ler a forma que vê a vida.

"NOSSO-COTIDIANO é algo complexo e completo que precisa ser comentado e interpretado"

Concordo com você quando a nosso cotidiano e ele sim precisa ser visto, analisado, comentado, interpretado, e nos direciona da vida.

Gostei do estilo do seu blog. Principalmente da sua sugestão de trabalha o poema de Vinicius em sala de aula. O professor precisa, e sei que muitos já fazem, levar o cotidiano para ser trabalhado em sala de aula, uma forma de aproximar e ouvir mais os alunos.

abraços

paula barros disse...

Gosto muito da interpretação de Bethânia, e das seleções de ´música que ela faz.

abraços e voltarei.

Layla Lauar disse...

Agradecdia por demais pela visita, pelo comentário e pelo link...

uma agradável surpresa seu blog,gostei muito o que li aqui e sobre este post... parabéns pelo bom gosto..Maria Betânia e O Poeta Fernando Pessoa..sou admiradora dos dois.

um abraço e, claro, voltarei.

um domingo iluminado

l'esprit fabuleux disse...

ficou uma boa dica pra mim :D
gostei do teu blog
obg por passar no meu!

ótimo final de semana :*

Rodrigo Brower disse...

Bethânia e Pessoa juntos trazem a sutileza da quase perfeição de sentimentos e sensações!Primeira vez por aqui, ótima semana pra ti!

Bandys disse...

Lindo texto,
Fernanado Pessoa é maravilhoso.

Deixo pra vc essa de Bethania
Composição: Batatinha
Todo mundo vai ao circo
Menos eu, menos eu.
Como pagar ingresso,
Se eu não tenho nada?
Fico de fora escu...tando a gargalhada!
A minha vida é um circo,
Sou acrobata na ra...ça.
Só não posso é ser palhaço,
Porque eu vivo sem graça

Beijos

Cadinho RoCo disse...

Bethânia e Pessoa aí é covardia. Bom demais.
Cadinho RoCo