quarta-feira, 27 de abril de 2011

Bullying: é preciso levar a sério ao primeiro sinal



O Bullying é uma situação que se caracteriza por agressões intencionais, verbais ou físicas, feitas de maneira repetitiva, por um ou mais alunos contra um ou mais colegas. O termo bullying tem origem na palavra inglesa bully, que significa valentão, brigão. Mesmo sem uma denominação em português, é entendido como ameaça, tirania, opressão, intimidação, humilhação e maltrato.

.
"É uma das formas de violência que mais cresce no mundo", afirma Cléo Fante, educadora e autora do livro Fenômeno Bullying: Como Prevenir a Violência nas Escolas e Educar para a Paz (Ed. Verus). Segundo a especialista, o bullying pode ocorrer em qualquer contexto social, como escolas, universidades, famílias, vizinhança e locais de trabalho. O que, à primeira vista, pode parecer um simples apelido inofensivo pode afetar emocional e fisicamente o alvo da ofensa.
.
Além de um possível isolamento ou queda do rendimento escolar, crianças e adolescentes que passam por humilhações racistas, difamatórias ou separatistas podesm apresentar doenças psicossomáticas e sofrer de algum tipo de trauma que influencie traços da personalidade. Em alguns casos extremos, o bullying chega a afetar o estado emocional do jovem de tal maneira que ele opte por soluções trágicas, como o suicídio.
.
Nos links, abaixo, você encontra respostas para as dúvidas mais recorrentes relativas ao tema.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
Fonte dos links: Revista Nova Escola
.


12 comentários:

Diogo Didier disse...

Vc pode publicar o q vc quiser do meu blog, sem precisar pedir, tá bom?! bjoxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx meu querido!

Maria Dias disse...

...Sim temos q combater o quanto antes(temos q cortar o mal pela raíz) professores e pais devem observar o q acontece a volta e nao fechar os olhos,para q estas brincadeiras de mal gosto nao acabem mal como o q ocorreu aqui no Rio em Realengo.

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Hugo
Isso é um assunto muito sério, que a maioria das pessoas não tem conhecimento. Vou pesquisar nos links
Bjux

Sonia disse...

Isso é muito grave mesmo!
Os pais tem que ficar mais ligados.

Você viu o senador Roberto Requião, diz que é vítima de bullying...rs, piada...

Mas falando sério, acho que tudo é uma questão de educação. A educação que cada um recebe em casa. Posso estar errada, mas penso que tudo começa aí.


Beijo Hugo!

Lis disse...

Oi Hugo
Muitas vezes nao sabemos exlicar certas atitudes tão violentas seja em jovens ou adultos.Certamente a causa está aí na forma mal resolvida do que aconteceu no seu passado.
Precisamos sim ficar atentos inicialmente dentro de casa , depois os professores nas escolas.
E tratar as causas das rebeldias , da quietude inexplicável , do mau humor, enfim cuidar melhor de quem amamos e dos nossos alunos .
O assunto permite discussões.
deixo abraços Hugo
saudades de ti.

Lúcia Soares disse...

Hugo, todos os dias deveríamos ler algo sobre o bullying, justamente por ser assunto sério e inesgotável.
Os pais devem ficar atentos a todos os "sintomas" de que algo não vai bem com seu filho.
Mesmo no meio adulto se tem essa prática. Mas é nas escolas mesmo que o problema é maior, com crianças em formação, quando a dor é muito maior e mais difícil de ser enfrentada.
Beijo!

Athila Goyaz disse...

Já sofri discriminação no colégio e sei como isso é difícil pra uma criança...muito bom esse alerta, abraços!

João Menéres disse...

Postagem muito pertinente.
Em Portugal, os casos começaram a ser divulgados na comunicação social.
Já houve suicídios...

Um abraço.

Flor de Lótus disse...

Aff!Foi dificil comentar aqui1Tava quase desistindo, toda vez que venho aqui cometnar é um problema, o lance dos comentários sempre some não sei se o problema é só comigo.
Pois é o bullyng é coisa séria e tem que ser encarado ocmo tal.
Beijosss

Juliana disse...

Oi Hugo,
obrigada pelo coments no A.I ( :
que bom que gostou da composição.

beijos,
Ju.

Serginho Tavares disse...

Um excelente post. precisamos que as pessoas falem sempre e cada vez mais sobre o assunto não é mesmo querido?

E tem homenagem pra você aqui no blogue... http://justoedigno.blogspot.com/2011/04/gente-nao-devia-ter-vergonha-do-que-e.html

Beijos

Vivian disse...

...olá querido!

este assunto jamais deixará
de ser atual enquanto não
houver o empenho dos educadores
insistindo em alertar sobre
os malefícios desta prática
abominável.

bj, lindo!