sábado, 12 de fevereiro de 2011

Toda ofensa é uma ilusão

.
Ao contrário do perdão do ego que reforça que o outro pecou, o verdadeiro perdão lembra à outra pessoa que ela jamais pecou e que jamais pecará. O perdão lembra à outra pessoa de sua eterna perfeição, nela colocada pelo Criador. O verdadeiro perdão significa a compreensão de que o ataque era uma ilusão, não era real; que jamais ocorreu e que a outra pessoa de maneira nenhuma é culpada. O verdadeiro perdão lembra ao outro de sua verdadeira identidade de Filho de Deus imaculado e sem pecado nenhum. Ele também é a habilidade de ver a outra pessoa no sagrado momento presente, não à luz de suas ações passadas.
.
O perdão é um chamado do despertar para a outra pessoa, que está temporariamente dormindo. Temos de despertá-la gentilmente e não condená-la a um sono mais profundo. Se fôssemos acordar uma criança de um pesadelo, o faríamos com uma voz gentil para que ela não se assustasse. Diríamos a ela que o sonho acabou e que nunca foi real e que a luz chegou. Ensinaríamos a ela a diferença entre dormir e despertar, para que ela pudesse confiar na luz. É desta mesma forma que podemos despertar os outros através do perdão.
.
Talvez alguém tenha nos tratado de uma maneira hostil ou pior ainda, tenha nos atacado diretamente. A verdade é que esta pessoa nos ataca porque, naquele momento, não se ama e nem se sente digna do amor dos outros. Seu ataque consiste em um pedido de amor. Quando estamos nos amando e sentindo que somos dignos de amor e respeito, não tratamos as pessoas com agressividade. Nem atacamos. Se pudermos aquietar nossa raiva e nosso julgamento, teremos a capacidade de ver um desesperado pedido de amor em um ataque. A resposta apropriada, que é um grande desafio, é oferecer amor.
.
É isto que nos ensinaram quando nos pediram para amar nossos inimigos. Não precisamos ser lembrados de amar nossos amigos ou aqueles que nos amam. Isso é fácil. Eles estão estendendo amor a nós. Amar nossos inimigos significa oferecer amor àqueles que nos atacam, àqueles que, em vez de estender amor, estão pedindo amor. Todo mundo está estendendo ou pedindo amor. Conquanto pareça muito difícil oferecer perdão, é muito menos difícil do que viver com a raiva e acusação não resolvidas que constantemente nos prejudica a paz interior. Para citar um velho dito: O ressentimento prejudica mais o vaso que o guarda do que o objeto no qual ele é derramado. Queremos vingança e ressentimento ou paz e felicidade. Não podemos ter os dois.
.
É através do oferecimento de nosso perdão verdadeiro que somos perdoados. Quero dizer com isto que somos lembrados de quem realmente somos. Se compreendermos os ataques como pedidos de amor e cura, compreenderemos também os nossos próprios ataques. Se enxergarmos o outro verdadeiramente, nos veremos verdadeiramente. Se virmos os outros através dos olhos de Deus, também nos veremos da mesma maneira. A salvação do outro também é a nossa. Lembrando da natureza sem pecado e culpa do outro e pedindo para ver isto em todas as pessoas, lembramos a nós mesmos de nossa própria natureza. Liberando-os de nossos julgamentos, estamos liberando a nós mesmos. Não podemos perdoar a nós mesmos enquanto não formos capazes de perdoar os outros.
.
.

Fonte: Extraído do livro "A espiritualidade a Dois", de Robert Roskind
Colaboração: postado no blog Eu escolho a luz!!!!!
.

17 comentários:

Afrodite disse...

Acho perdão dificílimo,amigo!
Ainda não aprendi a exercê-lo...mas um dia aprendo!
Beijo!

Cacá - José Cláudio disse...

Belo, Hugo. Muito belo! É uma das missões mais espinhosas esta. Mas , por outro lado, das mais enobrecedoras, enriquecedoras, amadurecedoras. Nos torna mais amáveis (por consequência, mais amados). Abraços, bom fim de semana. Paz e bem.

Daíse disse...

Ótimo texto!
O perdão acalma o coração!!!
Bjinho!

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Hugo
O texto está correto, o problema é na hora de perdoar efetivamente.
Bjux

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Amigo,Hugo. Penso que o melhor e mais verdadeiro perdão é aquele que nasce antes de ser pedido. Um ABRAÇO

Suziley disse...

O perdão faz bem aos corações!! Um bom final de semana para você Hugo, grande abraço :)

orvalho do ceu disse...

Olá,
Tanto se questiona sobre o perdão mas seu post traz dicas importantes e afirmo que esquecer nem precisa mas perdoar, sim!!!
Abraços fraternos

Flor de Lótus disse...

Oi,Hugo!Concordo com o Wanderley dizer que se perdoou é muito fácil,mas agora perdoar efetivamente e não guardar mágoas é algo bem difícil. Mas é preciso tentar.
Beijos

garoto cientista disse...

Olá, um forte abraço, desculpas pelo sumisso, as coisas estão um tanto tensas, mas se ageitarão. Belo texto, leio pouco textos nessa linha, mas gostei, nos faz pensar, e no meu caso, me tira daquela rotina das mesmas coisas sempre. Agradeço sua vizita e seu carinho em meu blog, e falando em blog, adorei o novo layout, ficou show, parabéns.

Vivian disse...

...Hugo querido,

o perdão é uma graça
para quem perdoa.

bjbjbj

Lúcia Soares disse...

De uma coisa tenho certeza: não sou capaz de desejar o mal a ninguém. Se me magoam, tento afastar a pessoa, mas não lhe desejo nada de ruim.
Mas perdoar, esquecer, ainda é difícil pra mim. O melhor de tudo é que passei por poucas pessoas que me feriram na vida. Então , tenho pouco a perdoar. Ainda aprendo.
Beijos!

Rodrigo disse...

Cara, que texto lindo, sabe que era isso que eu precisa ler agora?

obrigado por compartilhar

João52 disse...

Caro amigo deixe trata-lo assim,

belo post,

O perdão é algo que nem todos conhecem o significado, e muitos bem que gostariam de o conhecer, pois por mais dificil que seja, é sempre um optima sensação obtê-lo...

Saudações poéticas

Eliene Vila Nova disse...

Meu querido você é fonte de inspiração constante pra mim,sempre que quero ler algo inspirador venho aqui.
Adoro o seu bom gosto pra textos e músicas, amo mesmo.
Um final de semana abençoado]beijos

EU ESCOLHO A LUZ !!!!!!!! disse...

Meu menino querido, anjinho caído lá das imensidões, meio perdido na terra, pois não lembra nada do lado de lá e aqui só percebe a confusão desse mundo doido que escolheu para reencarnar, pensava que era fácil,mas chega aqui e se depara com essa gente humana, tão complexa, tão dual, capaz de rir e chorar pelos mesmos motivos, capaz de odiar e amar com a mesma intensidade. Todos os anjos são diferentes, e todos os humanos são anjos, apenas não acreditam na sua luz e ficam esperando asas que não existem, somente as asas do nosso coração que trasnforam todo o Universo em um lugar pequeno para cada um de nós.
Muito, muito agradecida pela honra de citar a minha casa aqui na sua.
Sua luz a minha luz, seu amor o meu amor. Paz e Bem,
Namstê!!!
(haaaaaaaaaa eu tava dodoi por isso não vim agradecer antes)

Cimara Sá disse...

oie hugo... segue meu blog http://cimaradesa.blogspot.com/

Daniel Savio disse...

Perdão nós todos precisamos, mas poucos estamos dispostos a realmente a da-lo (não sem condições)...

Fique com Deus, menino Hugo.
Um abraço.