sábado, 19 de fevereiro de 2011

Crianças precisam ter tempo para brincar e descansar


Começo de ano é sempre aquela animação. As pessoas ficam procurando coisas para fazer. Sentem que não aproveitaram bem o ano que passou e tentam recuperar o tempo perdido. Ou, então, resolvem dar um rumo diferente para suas vidas, entupindo suas agendas com as mais diferentes atividades. Têm aqueles que fazem listas de prioridades. São tantas, que se torna impossível realizar todas.
.
As crianças também entram nessa: papai e mamãe resolvem que é hora de se mexer e, além dos compromissos escolares (cada vez mais volumosos), acabam por fazer esportes, outra língua, curso disso e daquilo. Não sobra tempo para mais nada. Nem para brincar.
.
Com isso, as famílias têm que montar esquemas mirabolantes. Afinal, os compromissos dos pequenos envolvem transporte, ou seja, alguém que os leve. As vezes, uma atividade é tão na sequência de outra, que não dá nem tempo de parar para tomar um lanche. Esse acaba sendo feito no carro.
.
Muitos pais se preocupam em preparar os filhos o máximo que puderem. Sabem que o mercado de trabalho é competitivo, sendo necessário dominar mais que uma língua estrangeira (alguns já estão aprendendo o mandarim).
.
Cuidar da saúde é fundamental. O sedentarismo tem que ser combatido. Dá-lhe esporte na criançada. Sem contar que muitos insistem que o filho faça alguma atividade física, já de olho em algumas possíveis gordurinhas, pouco aceitas para os padrões de beleza atuais.
.
Sem dúvida, muitas preocupações são pertinentes. Mas, naquela de preparar e prevenir coisas, os pequenos são atulhados de atividades, perdendo-se de vista de que são apenas crianças. Falta-lhes tempo para fazer as coisas que uma criança deveria fazer. Brincar, por exemplo, algo que deve ser diário.
.
Principalmente para os menores. Brincar é uma forma da criança organizar as coisas que vivencia, dando um sentido a elas. Não é algo inócuo. É no brincar que a imaginação da criança é estimulada, algo importante para o desenvolvimento da criatividade e, consequentemente, da inteligência.
.
Assim, como, é importante uma sonequinha extra durante o dia. Momento que serve para descansar e ter mais energia para outros aprendizados. Como o adulto. Nada como um descanso para dar continuidade a um relatório que não saia do lugar. Não adianta nada as crianças terem muitas atividades, se não lhes sobra tempo para digeri-las. E incorporar o aprendizado delas ao seu repertório..Muitos pais têm se questionado sobre esse assunto. Nem sempre sabem como dosar tantos compromissos dos filhos.
.
Penso que a primeira pergunta que devem fazer é: o que os pequenos gostariam realmente de fazer? Isso pode ser mais fácil de identificar no esporte. Muitos pais exigem natação. Nem sempre é o que lhes agrada. Ouvi-los, pode tornar uma obrigação mais gostosa. Uma modalidade pode ser o suficiente para uma criança. Não podemos esquecer o quanto pulam o dia inteiro.
.
Quanto ao ensino de um outro idioma, ainda o inglês parece o mais adequado nos dias de hoje. Escolher uma escola com um bom projeto na área (hoje em dia, algumas já começam na pré-escola), pode facilitar e deixar seu aprendizado extra para mais tarde. E assim, sobrar tempo para uma outra atividade que a criança queira fazer.
.
Outra pergunta importante é como as atividades vão mexer no dia a dia da família, que terão que levar e buscar. Muita complicação, com o passar do tempo, pode tornar essas atividades um fardo para os pais, desestimulando a criança.
.
Mas o principal mesmo é saber o quanto de tempo tem sobrado para o filho exercer o que realmente é adequado para sua idade, ser criança. Essa atividade tem que ter um lugar especial em sua agenda. Sem isso, as outras coisas perderão muito de seu valor.
.
.
Artigo escrito por Ana Cássia Maturano, psicóloga e psicopedagoga.
.
.
Foto: disponível no psicosaber.wordpress.com
.

16 comentários:

Sonhos De Deus disse...

A nossa alegria supera nossa tristeza, nosso consolo supera nossa dor, nossa fé supera nossa dúvida, nossa esperança supera nosso desespero, nosso entusiasmo supera nosso desânimo, nosso sucesso supera nosso fracasso, nossa coragem supera nosso medo, nossa força supera nossa fraqueza, nossa perseverança supera nossa inconstância, nossa paz supera nossa guerra, nossa luz supera nossa escuridão, nossa voz supera nosso silêncio, nossa paciência supera nossa impaciência, nosso descanso supera nosso cansaço, nosso conhecimento supera nossa ignorância, nossa sabedoria supera nossa tolice, nossa vitória supera nossa derrota, nossa ação supera nosso tédio, nosso ganho supera nossa perda, nossa resistência supera nossa fragilidade, nosso sorriso supera nosso choro, nossa gratidão supera nossa ingradidão, nossa riqueza supera nossa pobreza, nosso sonho supera nossa realidade... Nosso amor a Deus, ao próximo, à vida, nos faz superar tudo! (Pr. Edilson Ram)Uma semana de vitórias Deus é com tigo creia! TENHO UM BLOG GOSTARIA DE TI CONVIDAR SEGUIR O ENDEREÇO É:http://SNSDEUS.BLOGSPOTFICA COM NOSSO PAPAI já estou te seguindo te encontrei através de uma amiga,post teu comentario vai ser uma benção prs seguidores e visitantes uma semana com muita sorte de benção!!!

Mauro Castro disse...

Bah, no caso das crianças, o ócio é ainda mais produtivo...
Há braços!!

Graça Pereira disse...

Uma crónica muito actual e urgente.
Aqui, como aí, as crianças jão não brincam e já não se sujam com a terra do jardim...só se não dormirem!! O programa rebenta pelas costuras... Extra-escolar, há de tudo desde o ballet até ao futebol infantil!Os pais até inscrevem os filhos nas agências de moda e nas telenovelas como "Morangos com açúcar" uma telenovela ( ou série, não sei bem...) infanto-juvenil que está no ar há mais de cinco anos...
Que adultos vão sair daqui?
Beijos e bom domingo.
Graça

Lucas Moratelli disse...

Às vezes parece que meu vizinho de 4 anos tem a agenda mais cheia que a minha.

Muito pertinente Hugo, muito mesmo.

Abraços.

Majoli disse...

Belíssimo texto esse Hugo.
Eu procurei, ao máximo, deixar bastante tempo livre para meus meninos poderem ser crianças, não exigi deles mais do que deveria.
Eu não corri tanto e me sinto bem realizada.
Sei que existem muitas mudanças de minha época de infância, para a de hoje, mas não vejo a necessidade de forçar uma criança a tantos cursos, esportes só pela competitividade no futuro.
Isso é matar a infãncia, a liberdade de poder brincar, sonhar, devanear.

Beijos de um delicioso domingo.

Wendy disse...

Ótimo você compartilhar esse artigo, tem pais que não enxergam que criança tem que ter tempo para ser criança.

bjo

Bom domingo!

Pérola disse...

Esse texto é belíssimo,o li e reli.
O tempo é algo que consome a gente e por estarmos atolados de compromissos acabamos por decidir pelas crianças o que é melhor.
A verdade é que devemos caminhar juntos,atribuindo atividades que convém com calma e atenção.
Tudo deve ser realizado com prazer e satisfação se não...a cumplicidade e o crescimento pessoal caem por terra.
Nossa!!!
Eu adorei.
Beijokas millllllllllllllllll

Alexandre Fernandes disse...

As crianças precisam brincar mesmo. É a coisa mais básica necessária para o crescimento delas. Como você, estimula a inteligência. Brincar tem uma suma importância. É a fase que a mente da criança está em formação. E isso ajuda o desenvolvimento delas.

É preciso pesar realmente as atividades que ela faz, ver o que ela quer, mas não enchê-la de atividades. É preciso sobrar o tempo para ela se divertir.

Abraços.

Diogo Didier disse...

É o que eu sempre falo, a educação deve caminhar lado-a-lado com a liberdade...os país devem, de forma assitida, encontrar maneiras de equilibrar as tarefas pessoais, de modo que possam também deixar um tempinho para os pequenos.

Texto de extrema relevância querido!

bjoxxxxxxxxxxxxxxx no coração!

. intemporal . disse...

.

.

. re.digo na íntegra a "graça pereira" e deixo.TE o meu abraço de sempre .

.

. h______u______g______o .

.

.

Gi disse...

Oi Hugo,

Quanto tempo não passo por aqui, tá tudo diferente e mais bonito, adorei!!!

Esse post está ótimo! Apropriado para esta época do ano em que os pais estão decidindo quais as melhores atividades para seus filhos desenvolverem.

Infelizmente, gostaria de ficar com meu filho no turno em que ele não está na aula do ensino fundamental, como minha mãe podia fazer quando éramos crianças. Tenho que trabalhar o dia todo, e acaba que tivemos que colocá-lo em período integral por não ter outra solução. Sempre penso que talvez isto esteja sendo um excesso para ele, por isso nem cogito a hipótese de lhe arranjar mais alguma atividade. hehehehe

Tenha uma linda semana.

Grande beijo.

Gi.

Sandra disse...

precisam de todo o tempo do mundo. Aprendem brincando.
Lindo poster.

Ola, tudo bem..
Temos amigos em comum. Por isso como Curiosa venho com muito carinho lhe trazer noticias.
Quer sabser mais...

Amei passar por aqui neste cantinho tão especial..VOCÊ.
VENHA VER QUEM ESTÁ COMIGO HOJE. EM BREVE ELA VOLTARA.
http://sandraandrade8.blogspot.com/
Curiosa vai te esperar com muito carinho.
Venha, tá.
Compartilhamos carinhos e amigos.
Um grande abraço.
Carinhosamente,
Sandra

Daíse disse...

Boa semana, querido!!!!

Bjinhos!

Vieira Calado disse...

Olá, boa noite, meu caro!

Depois duma prolongada e forçada ausência

aqui estou de novo, aos pouquinhos,

a visitar os amigos.

Saudações minhas

Daniel Savio disse...

Perdemos conceito do que é realmente a infancia, que é realmente brincar e se divertir (com a familia)...

Fique com Deus, menino Hugo.
Um abraço.

Duda Martinez disse...

Bons tempos aqueles em que eu brincava de queimada na rua de casa!!!!
Sem pressa para crescer. Apenas curtindo minha doce e tenra idade.
Hoje, parece que os pais correm para ver se os filhos chegam logo aos dezesseis e entrem no mercado de trabalho!
Meu Brasil, que saudades que sinto de ti!