domingo, 28 de novembro de 2010

Encontro ou amor


Vivo clandestino e não é mole essa vida clandestina
Mas posso me orgulhar da qualidade da minha pele
E da temperatura do meu beijo,
eu quero fazer com você um pacto de delicadeza.
Eu quero me sentir Alteza,
para te ceder todos os músculos
Será arbusto dos seus beijos
Vamos sair esburacando a madrugada
trocando beijos e tragadas
A lua é uma lantejoula da Nasa
que brilha leitosa no meu vestido estrelado.
.
.
[Fausto Fawcett]

.

Foto: Petrus - http://br.olhares.com/

28 comentários:

Franck disse...

Por onde andará Fausto Fawcett e suas loiras belzebu?
Bj*

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Eu diria , um encontro de amor. Um abraço,amigo

Lúcia Soares disse...

Encontro E amor.
Tudo é possível.
Bj

Afrodite disse...

Boa pergunta que fizeram aí em cima..por onde ele tem andado?
Bons tempo os dele!

Mila Lopes disse...

Clandestinamente nossas almas andam em outras almas...
Belo texto!

Bjs

Mila

Cacá disse...

Bela poesia nesta prosa. E por falar em belo, Este Fausto é um ótimo poeta e anda meio sumido. Abração, Hugo! Paz e bem.

Pérola Anjos disse...

Um desejo de um amor que se deseja.

Beijos, querido!

Majoli disse...

Oi meu querido Hugo, saudades de ti.
Nossa que delícia isso que Fausto Fawcett escreveu, bateu saudades dele.

Tenha um delicioso final de noite e uma semana cheia de coisas boas.
Beijos.

so sad disse...

eu diria aproveitar tudo em seu minimo e maximo detalhe.
bjo!

Solange disse...

Hugo...

a clandestinidade as vezes nos protege...

o que importa é o amor !

beijo enorme

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Até que a madrugada combina com beijos e tragadas.

Maravilhosa semana.

Rebeca

-

Lou Albergaria disse...

esburacando a madrugada...é bom demais!!!

Saudades desse blog tão especial!

Tenha uma linda semana!


BEIJÃO!!!

Serginho Tavares disse...

eu amei isso
beijos querido

Mahria disse...

A clandestinidade ás vezes tão necessária, por vezes nos esconde por outras nos denuncia.

Bom mesmo, é ser livre para ser feliz.


Bjs
Mah

Daniel Savio disse...

Mas todos os prazeres tem os seus custos...

Fique com Deus, menino Hugo.
Um abraço.

Renato Orlandi disse...

Que lindo, e bem... real (?!!!) a parte do clandestino, me identifico! ^^ bjuu e boa semana!

Bandys disse...

Um lindo texto..

"quero fazer com voc~e um pacto de delicadeza"

Lindo isso!

Beijos e saudades

Paulo Braccini disse...

Belíssimo ... e q ilustração eim?

bjux

;-)

Pelos caminhos da vida. disse...

Diria que é um belo encontro de amor.

beijooo.

Vivian disse...

...estava com saudades de
vir aqui, e adorei ler
teus posts sempre sensiveis.

bj, lindo!

Nilce disse...

Saudades de ti Hugo.
Belo pacto de amor.

Bjs no coração!

Nilce

LadySiri disse...

Belos textos, belas fotos...gostei daqui.
Beijos.

EU ESCOLHO A LUZ !!!!!!!! disse...

Dá pra acreditar??? Todas as vezes que eu penso em você, no dia seguinte você me deixa um comentário. Claro que dá pra acreditar, isso é a nossa sintonia, senti a tua falta, que ótimo que estás bem e de volta com a corda toda. Amo teu Blog. Beijão no coração!!!

Cris França disse...

que delicado. lindo mesmo. bjs

Pleiba disse...

grande brother...faz tempo q não venho aki neh...meu to numa correria mas to voltando aos poucos blz...show esse poema o meu amor ta dificil cara...rs
abraço

Marcos Campos disse...

Lindo o poema! Pensei em bethania recitando...
Abraço Hugo!

Flor de Lótus disse...

Oi,Querido!Que o encontro ocorra em breve e que seja amor, mesmo que seja por pouco tempo...
Beijos

FlorAlpina disse...

Olá Hugo,
Belo texto!
E não menos bela imagem!

Bjs dos Alpes