domingo, 22 de agosto de 2010

Só se for a dois




Aos gurus da Índia
Aos judeus da Palestina
Aos índios da América Latina
E aos brancos da África do Sul
O mundo é azul
Qual é a cor do amor?
O meu sangue é negro, branco
Amarelo e vermelho
.
Aos pernambucanos
E aos cubanos de Miami
Aos americanos russos
Armando seus planos
.
Ao povo da China
E ao que a história ensina
Aos jogos, aos dados
Que inventaram a humanidade
.
As possibilidades de felicidade
São egoístas, meu amor
Viver a liberdade, amar de verdade
Só se for a dois
(Só a dois)
.
Aos filhos de Ghandi
Morrendo de fome
Aos filhos de Cristo
Cada vez mais ricos
.
O beijo do soldado em sua namorada
Seja pra onde for
Depois da grande noite
Vai esconder a cor das flores
E mostrar a dor
(A dor)
.
.
[Cazuza]
.
.



.

Foto: DDiArte - http://br.olhares.com/

30 comentários:

Isadora disse...

Hugo, uma letra forte que trata religião e raça e também de amor. Enquanto os anteriores são coletivos, o Amor somente a dois e assim deve ser, pelo menos eu acredito nisso.
Um beijo

Saulo Taveira disse...

A letra é maravilhosa, a imagem, linda, delicadíssima. Cazuza cantando "só se for a dois" é impagável.

Parabéns pelas escolhas.

Abraços.

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Parabéns, Hugo! Amor a dois, mas amando a todos, porque o amor desconhece cor, atravessa fronteiras, dá sabor à vida, rompe barreiras. Bela Homenagem! Só podia ser Cazuza, o nosso cara!

"Não conheço nenhuma outra razão para amar senão amar.

Que queres que te diga, além de que te amo, se o que quero dizer-te é que te amo?

Fernando Pessoa"

Beijos, querido!
Muito obrigada!
Até mais++++

Lou Alma disse...

Bom dia ( pelo menos por aqui ) HSLO , como sempre dando música de primeiríssima qualidade, uma letra muito interessante... beijos e continua nos mostrando AS SUAS escolhas

olhar disse...

Um é POUCO...

Dois é BOM (PERFEITO)...

Três é DEMAIS....

Hugo, sepre é bom estar aqui!

beijos no coração!

Bia

Rosan disse...

oi Hugo.
sim amor a dois é o ideal, quando se trata de relacionamento, mas o maor perfeito é o universal, aquele que ama, sem distinção de cor, raça, e religião...
só assim o mundo será o que todos querem...lindo e bom de se viver.

beijinho

Will Monteiro disse...

Essa musica é muito perfeita. Tpw, o pensamente de aculturação que ela mostra sabe?
Amei =)
;*

Pérola Anjos disse...

Letra e imagem maravilhosas!

Obrigada pelos elogios ao meu blog!
Seja muito bem-vindo!

Também gostei muito daqui. É como um oásis!

Beijos!

Angelo A. P. Nascimento disse...

Acho fantástica essa letra!!!!
Bom domingo!

Franck disse...

Cazuza...essa música embalou certos dias, certas noites ( a dois), hj, só sou um... mas solidão a dois é pior,né?
Um bom domingo! Bj*

Daniel Savio disse...

Bonito, mas só temos uma única cor, a cor "raça humana", pois apesar de credo, cores diferentes e escolha sexual, somos todos iguais...

Fique com Deus, menino Hugo.
Um abraço.

António Rosa disse...

Hugo

É sempre bom estar aqui. Uma ilustração magnífica e ... Cazuza! Quem pode querer mais num domingo de Agosto?

Abraço.

Paulo Braccini disse...

Belíssima obra de Cazuza ... a ilustração é estonteante ... aff

bjux ao Hugo

;-)

Bandys disse...

Hugo
Cazuza é o meu poeta preferido.

As Estrelas e os Cometas

Há pessoas estrelas e há pessoas cometas... Os cometas passam.
Apenas são lembrados pelas datas que passam e que retornam.
As estrelas permanecem. O sol permanece.
Passam anos, milhões de anos, e as estrelas permanecem.

Há muita gente cometa.
Passa pela vida da gente apenas por instantes.Gente que não prende ninguém e a ninguém que se prende.

Gente sem amigos, gente que passa pela vida sem iluminar,
sem aquecer, sem marcar presença.
Importante é ser estrela.
Estar junto. Ser luz. Ser calor. Ser vida.

Amigos e Paixões são estrelas.
Podem passar anos.
Podem surgir distâncias,
mas a marca fica no coração.
Coração que não quer enamorar-se de cometas,que apenas atraem olhares passageiros.

Ser cometa é ser companheiro por instantes, explorar os sentimentos humanos,ser aproveitador das pessoas e das situações,
fazer-se acreditar e desacreditar ao mesmo tempo.

Solidão é resultado de uma vida cometa.
Ninguém fica, todos passam.
Há necessidades de criar um mundo de estrelas.
Todos os dias poder contar com elas e poder sentir seu calor.

Assim são os amigos estrelas na vida da gente.

São coragem nos momentos de tensão.
São luz nos momentos de desânimo.

Ser estrela neste mundo passageiro,
nesse mundo cheio de pessoas cometas, é desafio, mas acima de tudo uma recompensa.

Recompensa de ter sido luz para muitos amigos,ter sido calor para muitos corações, ter nascido e vivido e não apenas existido.
(Autor Reinilson Câmara)

Você e cazuza são estrelas.

Beijos meus

Flor de Lótus disse...

Olá, meu caro!Sou fã do cazuza,mas confesso que não conhecia essa música, só se for a dois, tudo parece mais vivo, mais apreciado quando se faz a 2, talvez até mais completo,mas complicado também,mas um poeta certo dia disse " é impossível ser feliz sozinho" e creio que ele tenha razão.
Beijossss

Alexandre Fernandes disse...

O amor não tem cara, nem cor, nem raça, nem dissabor. Tem muito clamor.

Amor é assim, unifica tudo. Porque é o que verdadeiramente importa. Se for a dois...

=)

Abração.

Nilce disse...

Oi, Hugo

Essa música é perfeita e vc soube ilustrá-la muito bem.
Adorei o post.

Bjs no coração!

Nilce

Poeta Mauro Rocha disse...

Realmente um belo texto.

Um abraço e ótima semana.

Dil Santos disse...

Oi Hugo, tudo bem?
Menino, Cazuza é perfeito né? Tem cada letra intensa.
A solidão as vezes é cruel né?
Bjo

Majoli disse...

Oi meu querido Hugo, a imagem é de arrepiar, passa uma sensação de aconchego.
A letra, maravilhosa, não a conhecia.
E com certeza meu amigo, só se for a dois.

Lindo.
Beijos de um delicioso final de domingo.

Flor ♥ disse...

Olá, meu querido...

Muito forte esta tua postagem, com essa letra verdadeira de Cazuza. Lembra-me Drummond?

"Que pode uma criatura senão,
entre criaturas, amar?
amar e esquecer,
amar e malamar,
amar, desamar, amar?
sempre, e até de olhos vidrados amar?'

Bjinho, boa semana.

Beth/Lilás disse...

Hugo,
Como Cazuza tinha uma visão globalizada desde aquela época.
Muito legal a música e letra.
um beijo carioca

Renato Orlandi disse...

Juro que nem prestei atenção no poema depois dessa imagem!!!!!!!!!!!!!! Não faz isso neah! 2 cafuçus do mal assim, OMFFFFFG!

Tudo Aconteceu Assim disse...

Adorei seu post.

Viva as diferenças.

Abraços.
Walter

Pistoleiro Corvo disse...

Fabuloso!
Transbordando a alma.

Abraços!

Everson Russo disse...

Belissimo meu amigo,,,muito forte,,,CAzuza era um genio...abraços de boa semana pra ti.

Drigo disse...

Lindo D+.

Manuela Freitas disse...

Amigo Hugo,
Fantástico o teu post, poema e canção são bastante fortes e me abanaram. Que o amor comece em nós e de nós vá crescendo sem limites.
Beijinhos,
Manú

Adriano disse...

Essa canção é de arrepiar os cabelos, uma das músicas mais impactantes do autor!! E sua beleza está na forma única como Cazuza cantava.

O que sobrou dos grandes menestréis do Brasil? Estamos numa ressaca musical que chega a dar medo...

Grande abraço!
Adriano Berger

Pat. disse...

Cazuza sabia bem...

Não importa como e de que forma, desde que sejamos dois. Não fomos feitos para ser apenas um.

Beijos meus.