segunda-feira, 2 de agosto de 2010

6ª Rosa dos Ventos - 1971

.
Para posição selecionei a obra “Rosa dos Ventos” gravado em 1971. Bethânia nesse show se transformou na Rainha dos Raios, que sua música preconizava artista visceral, forte presença cênica; ela soltava a fera, linda, de branco, com vários adereços que trocava durante o espetáculo, conforme exigiam o roteiro e o clima das canções. Desde o começo da temporada, a platéia já cantava junto, anunciando o tamanho do sucesso. Cada canção passou a ser um hino.
.
O espetáculo teve direção primorosa do Fauzi Arap, sensível e poética, misturava as canções com textos de Fernando Pessoa. Extremamente teatral, retirava a cantora de sua prisão diante do microfone estático. Bethânia usava todo o espaço cênico, criava situações dramáticas e, dizendo poemas, encantava toda uma geração."Rosa dos Ventos" modificou o conceito de show de cantores. Tinha a característica fundamental de exprimir o sentimento de uma época, a emoção de grande parcela da juventude brasileira.
.
Maria Bethânia é uma explosão de verdade interior. É um grito. Uma beleza interior e exterior que magnetiza quem a vê. Não há possibilidade nenhuma de se enquadrar Bethânia entre as cantoras, ou atrizes que militam em nossos palcos. Ela não é musical. Não precisa e faz questão de demonstrar isso. Não assume compromisso nenhum com a música, nem com a melodia, a harmonia, a divisão a respiração, ou o ritmo. Ela parece que está no palco com o único intuito de se doar. E quanta coisa dá Bethânia durante todo o espetáculo! Bethânia também não é atriz e seus gestos que insinuam teatro, são até primários, mas, como ela comunica. Nessa obra, há rosas e ventos, todos enviados por Bethânia, numa fúria de amor e paz, que só aos grandes compete.
.
Clique aqui e baixe o cd:
.
.
No vídeo abaixo segue uma apresentação brilhante de Rosa dos Ventos.
.

36 comentários:

Cadinho RoCo disse...

Bethânia é forte demais.
Cadinho RoCo

Vivian disse...

...esta série está belíssima
e você é lindo!

boa semana, querido!

bj

Cadinho RoCo disse...

Bethânia é forte demais.
Cadinho RoCo

Mulher na Polícia disse...

É. Eu devo admitir que você é O especialista quando o assunto é Maria Bethânia. Já tinha visto a foto dela aqui no seu blog, mas não sabia que era tanto assim...

Eu não sou assim A fã número um da Bethânia por que esse posto já te pertence... mas admiro demais essa intensidade com que ela canta e provoca e passa a mensagem.

"Quantas guerras terei de vencer por um pouco de paz?"

Beijos!

Osvaldo disse...

Caro amigo Hugo;

Sigo a carreira desta verdadeira "Diva" desde os anos 60, mas só no final dos anos 90 tive a alegria de a ver ao vivo em Paris. Foi maravilhoso. Depois dessa data, voltei a ver Bethânia duas vezes em Portugal (Porto e Lisboa) e também em Monterreux (Suíça). Sempre maravilhosa, linda, encanta não só pela sua voz, repertório, ou charme, mas pela cominicação inteligente que tem com o seu público.

Bethânia é o Amor, Bethânia é a Alma brasileira, Bethânia é o canto do Brasil!...

Um grande abraço, Hugo.
Osvaldo

Fatima disse...

Que beleza Hugo!
Bjs.

Everson Russo disse...

Belissimo meu amigo,,,é gostoso de ler suas homenagens...abraços fraternos de otima semana pra ti.

Cacá disse...

Hugo, primeiramente, obrigado pela sua prsença amável no meu blog. Quanto à Bethânia sou suspeito pois gosto de tudo dela. No entanto, lhe digo que para mim, disparado o disco Drama , gravado em 1973 é o melhor de todos os tempos.Abraço grande. Paz e bem. e vou seguir seu blog também, pois gostei muito.

Serginho Tavares disse...

adorando isso aqui tudo
beijos

Non je ne regrette rien: Ediney Santana disse...

esse disco é primoroso, getil de se ouvir

Déia disse...

Ela é fantástica!!!

bj

Daniel Savio disse...

Tem focado muito nela, algum motivo em especial?

Fique com Deus, menino Hugo.
Um abraço.

Xanele disse...

Passei para te deixar um beijo
Xan

Lúcia Soares disse...

Ela merece toda essa homenagem,sem dúvida.
Sua voz é única.
Bj

Pelos caminhos da vida. disse...

Uma belissíma série amigo.

beijooo.

Srt . Vasconcelos disse...

Linda esta série. Beijos otimo post.

Felina Mulher disse...

Cara, Betabha precisa saber desse fã que é vc...ela ia adorar te conhecer, acho que vc conhece mais dela do que ela propria.Muito bom!


Um beijo moço.

Dan disse...

emocionante!
bjos
:)

Nilce disse...

Muito bom, menino.

A cada homenagem uma coisa a se acrescentar e descobrir sobre essa Diva.

Bjs no coração!

Nilce

Dani dutch disse...

Hugo,
Adorei e a Maria Bethânia merece todo nosso carinho.
bjuss

Enrique Coimbra disse...

Quanto tempo, cara! Ah, não curto muito, não =/ Apesar de curtir MPB e afins, não sou fã. Puxo mais pra um "indie", um electro rock e coisas do tipo.

Franck disse...

Obg, obg pela visita, por seguir-me! Não teria nem como segui-lo aqui, sensibilidade pura! Voltarei depois...com uma poltrona, para demorar!
Abçs!

Sil.. disse...

Hugo ..pelamorrrrrrrrr de Deussss.
Numa tarde chuvosa como essa, friaaa de dar tédio, sou obrigada a olhar pro alto e "Agradecer" pela sua visita no meu blog.
E entrar aqui, e ver tudo isso da Bethânia, foi de arrepiar a minha alma. Amoooooooo essa mulher, com todas as letras.
Bethânia me faz chorar, me faz sair de mim.
Ela é uma Diva, uma Deusa das palavras.
To olhando tudoooo aqui, tudo.
Seu blog é de querer pegar um banquinho, e não sair mais.
Tudo aqui é impecável, num capricho de escolhas, que só pessoas como você tem.
Tenho muitas músicas dela, mas tem muitas coisas aqui, toques seus, que to favoritando.
Obrigada por ter cruzado meu caminho, me feito chegar até o seu, e deixar meus olhos cheios d'agua, com coisas tão lindas.
bem vindo, meu querido.

Super abraço!

Bandys disse...

Ela é unica. Fantastica.

Hugo,
Somos donos de nossos atos,mas não donos de nossos sentimentos;
Somos culpados pelo que fazemos,
mas não somos culpados pelo que sentimos; Podemos prometer atos,
mas não podemos prometer sentimentos...
Atos sao pássaros engailoados,
sentimentos são passaros em vôo.
(Mário Quintana)

Que os sentimentos voem hora em sorrisos hora em lagrimas.

2 Beijos te entrego.

Manuela Freitas disse...

Olá Hugo,
É a primeira vez que aqui estou e gostei muito do teu blogue.
Eu tenho uma admiração pela Maria Betânia enorme e já não é de agora. Já assisti a um espectáculo dela aqui no Porto, arrasador de emoções. Cantores brasileiros vêem cá frequentemente fazer espectáculos, ainda há pouco esteve cá a Betânia e passados poucos dias o Caetano, nós gostamos muito da vossa música.
Beijinhos e obrigada pelos teus comentários,
Manú

Mariana disse...

adoro a Bethânia,obrigada pela música.

Kátia disse...

Oi Hugo!!! Gostei do seu blog.
Cresci ouvindo Maria Bethânia. Minhas tias são fãs. Que voz incrível!!
Obrigada por tb seguir meu blog.
Bjocas!!

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Hugo
Voltei.
Obrigado pela força dada durante a minha ausência.
Adoro Bethânia

olhar disse...

Nossa, mas está bom demais estar aqui!Que delíciaaaaaaaaaaaaaa!

beijos, seu lindo!

Bia

Mulher Asterísco disse...

Lindo

Sandra Botelho disse...

maravilhosa ela...
Vou baixar é claro
Bjos achocolatados

Anga Mazle disse...

Não curto muito ouvir a Bethania em disco, Hugo. Mas no palco ela é imbatível. Desde que a ouvi cantar num show a bela "Movimentos dos barcos", de Macalé e Capinan, essa música tornou-se uma das minhas prediletas. E até hoje a considero a melhor canção de mar já feita no Brasil.

Adorei o seu blog, e emocionei-me muito lendo a letra do Sergio Sampaio que você postou. Eu tinha uns 8 ou 9 anos quando o conheci, através de meu tio. Me tornei botafoguense (doente!) por "culpa" dele, que me presenteou com uma camisa do Botafogo pintada para ele por seu irmão Dedé, também já falecido.

Pouco tempo antes de morrer, o revi na casa do meu tio. Estava vindo de Marataízes, cidade praiana bem próxima da sua Cachoeiro de Itapemirim. Estranhamos, além da magreza excessiva, sua pele, muito branca para quem estava chegando de uma temporada na praia. Meu tio perguntou se andou chovendo muito por lá. O Sergio disse que não, e explicou, mais ou menos assim:

"Fez sol todos os dias. Eu é que não sou de perder meu tempo na praia quando posso curtir a brisa na varanda, deitado na rede com o violão e muita caipirinha."

Aí meu tio perguntou se ele tinha composto muito lá e ele disse que fez mais de trinta músicas. Pedi pra ouvir uma delas e ele falou:

"Posso fazer uma agora pra você. Porque as que fiz lá foram só pra mim. Já esqueci tudo. Guardar pra que, se gravadora nenhuma se interessa em me gravar?"

Aí pegou o violão de meu tio e tocou uma canção. Se foi feita mesmo na hora eu não sei, mas era linda!

Beijos

Rodrigo Teixeira disse...

(suspiros)

Obrigado por partilhar tal belezura!

=D

beijos pra ti

Eliene Vila Nova disse...

Amigo vocêéminha fonte de cultura,adoro.
uma semana bençoada,beijos

Essência e Palavras disse...

Perfeito,Hugo!
Simplesmente maravilhoso!

beejo!

Rodrigo Brower disse...

Bethânia fiquei com vontade de ouvir ^^ Bjs