sábado, 7 de agosto de 2010

1ª Drama 3º Ato - 1973

.
Se há ainda alguma dúvida de que Maria Bethânia seja a melhor cantora brasileira do ponto de vista técnico-interpretativo no disco “Drama 3º Ato” gravado ao vivo em 1973, ela mais uma vez anula todas as dúvidas a respeito de sua incrível superioridade, quando enfrenta um público de teatro.
.
Cantando músicas de autores diversos – de Chico Buarque a Ricardo Galeno, de Mário Lago a Gilberto Gil – ela consegue um nível interpretativo realmente recriativo num bom trabalho de revalorização do material usado. Na sua voz, melodia-harmonia–letra são reduzidas a matéria-prima e ela dá sua versão particular de cada música de forma – às vezes surpreendente e sempre agradável, criando um produto final que consegue entusiasmar e manter tensos os auditórios cada vez mais superlotados de seus espetáculos.
.
O disco é aberto com uma vinheta da áspera Movimento dos barcos. A canção de Jards Macalé e Capinam encerrava Rosa dos ventos, espetáculo anterior da cantora, e, portanto, não foi escolhida à toa. De Movimento dos barcos para o buarqueana Baioque, ainda no clima cinzento de Rosa; desta para um texto revelador sobre a passagem para o clima e o conteúdo mais, e enfim a seqüência de Rasguei Minha Fantasia (Lamartine Babo), Se essa rua fosse minha (domínio público) e Nada Além (Custódio Mesquita e Mário Lago).
.
Todas essas melodias são definitivamente inscritas na memória popular. Assim como outras músicas que integram "Drama 3º Ato". Estrela do mar (“Um pequenino grão de areia / Era um eterno sonhador...”), de Paulo Soledade e Marino Pinto. Meu primeiro amor (Lejania), versão de Pinheirinho Jr. e Jorge Fortuna para composição original de Hugo Jorge Gimenez. Volta por cima, de Paulo Vanzolini.
.
O espírito que rege o disco - presente também na capa, na qual Bethânia aparece com o nariz pintado – é bem sintetizado no lindo texto que abre a faixa número 3. Quem assina é dramaturgo Antônio Bivar. O encantamento com a mágica e as cores que as coisas têm, a dor que assalta quando a lona da ilusão é desarmada, tudo isso está lá, nas palavras do dramaturgo.
.
Isso tudo, explica a escolha dessa obra para posição, finalizando então a Série de Postagens sobre as 7 obras da Maria Bethânia, que marcaram a minha vida. "Drama 3º Ato" é uma trabalho indiscutível e singular.
.

Clique aqui e baixe o cd:


.
Abaixo segue pout-porri especial do show Drama 3º Ato.
.

22 comentários:

Vivian disse...

...ouvir a Bethania na madrugada
é tudo de bom!

bom fim de semana, querido!

bjbj

Marcio Nicolau disse...

Ótimo blog, segundo breve apreciação feita. De cara, Bethânia: sem dúvida a melhor. Voltarei mais vezes aqui e, de passagem convido vc a me visitar no www.espacointertextual.blogspot.com e conferir o que tenho escrito por lá. Talvez goste.

Abraço e até.

lis disse...

Músicas lindas, letras que nao se faz mais igual, e a voz maravilhosa .
vou querer o cd.
bm final de semana , obrigada pela ótima postagem
abraços

Cacá disse...

Hugo, bom dia!
PARABÉNS!Esta série foi simplesmente fantástica. Ainda mais com o primeiro lugar onde me senti agraciado também. rsrs. Este seria para mim o primeiro lugar dos discos brasileiros do século vinte. Meu abraço. Paz e bem.

Wanderley Elian Lima disse...

Drama, eu fiz em cada ato...
Bejux

Mauri Boffil disse...

convenhamos... ela arrasa!

Cris França disse...

maravilhosa , uma Diva, e esta sua série um presente para nós

bjs querido

Leca disse...

Maria Bethânia...
é um talento...
é uma voz...
maravilhosa...
Beijos
Leca

Sil.. disse...

Ela, pra mim, não é a melhor cantora brasileira.

Ela é a melhor do MUNDOOOOO!

Beijão Hugo.

Luci Cardinelli disse...

Foi com esse disco qu eeu me apaixonei por ela e é o meu preferido até hoje.

abçs e ótimo final de semana

Paulo Braccini disse...

Bethania é Diva ... a maior intérprete q conheci em toda a minha vida ...

bom fds

bjux ao Hugo

;-)

Bandys disse...

Oi Hugo,
Você ja disse tudo sobre Bethania.
Ela é sensacional.
Parabéns.

Beijos e um sabado de paz pra voce.

Taw disse...

hum... interessante.

a música pode até ser uma manifestação da arte, mas já foi mais arte do que hoje é.

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Gosto demais desse disco.
Eh um dos melhores. Arrepia ouvi-la nas lindas faixas deste disco
bom fds

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Gosto demais desse disco.
Eh um dos melhores. Arrepia ouvi-la nas lindas faixas deste disco
bom fds

Valdeir Almeida disse...

Maria Bethânia está entre as estrelas de primeira grandeza da música brasileira. Baiana, só podia ser!

Abraços, Hugo, e obrigado pelas boas vindas de volta.

Renato Orlandi disse...

Aaaai gente, quase não dá tempo de ouvir, mas estou baixandoooo. adoro drama, na verdade acho que já te disse, gosto de ouvir MBeth qdo estou meio assim sabe, deprezinhuu, enfim, ansioso p esse dramaaa! rs Abraçoo!

Machado de Carlos disse...

Nada Além — Uma música que me emociona muito me lembra da interpretação gravado pelo Quarteto em Cy. , mas também me lembro da interpretação antiga de Orlando Silva.
Música de Custódio Mesquita e Mário Lago.
É isso aí, a música é transportada pelo tempo agora na voz de Maria Betânia.

António Rosa disse...

Olá Hugo,

Amo todas as canções de Maria Bethânea. Crescemos (em idade) juntos. :)))

Abraço. amigo.

G I L B E R T O disse...

Hugo

REalmente, inovador e interessante esses seus posts sobre Bethania, nossa uma aula de cultura e de MPB da mais fina estirpe!

Concordo contigo quando falas que Bethania é a mais interpretativa das cantoras brasileiras!

Não tenho dúvidas que um show de Beethania é algo para ser lembrado para todo o sempre!

Abraços e parabens pela novidade apresentada em seus posts!

Inovador!

Pistoleiro Corvo disse...

Ótimo descrição e texto!
De fato, uma grande artista brasileira!
Abraços!

Dil Santos disse...

Hugo, tudo bem?
Menino, o cd é perfeito, os poemas maravilhosos, rs
O DVd é ótimo tbm, rs
Bjo