sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Poema em Linha Reta


Nunca conheci quem tivesse levado porrada.
Todos os meus conhecidos têm sido
campeões em tudo.
E eu, tantas vezes reles,
Tantas vezes porco, tantas vezes vil,
Eu tantas vezes irrespondivelmente parasita,
Indesculpavelmente sujo,
Eu, que tantas vezes não tenho
tido paciência para tomar banho,
Eu, que tantas vezes tenho sido ridículo,
Absurdo, que tenho enrolado os pés
publicamente nos tapetes das etiquetas,
Que tenho sido grotesco, mesquinho,
submisso e arrogante, que tenho
sofrido enxovalhos e calado,
Que quando não tenho calado,
tenho sido mais ridículo ainda;
Eu, que tenho sido cômico às criadas de hotel,
Eu, que tenho sentido
o piscar de olhos dos moços de fretes,
Eu, que tenho feito vergonhas financeiras,
pedido emprestado sem pagar,
Eu, que, quando a hora do soco surgiu,
me tenho agachado para
fora da possibilidade do soco;
Eu, que tenho sofrido a angústia
das pequenas coisas ridículas,
Eu verifico que não tenho par nisto tudo neste mundo.
Toda a gente que eu conheço e que fala comigo
Nunca teve um ato ridículo, nunca sofreu enxovalho,
Nunca foi senão príncipe - todos eles príncipes
na vida quem me dera ouvir de alguém a voz humana
Que confessasse não um pecado, mas uma infâmia;
Que contasse, não uma violência, mas uma cobardia!
Não, são todos o Ideal, se os oiço e me falam.
Quem há neste largo mundo
que me confesse que uma vez foi vil?
Ó príncipes, meus irmãos,
Arre, estou farto de semideuses!
Onde é que há gente no mundo?
Então sou só eu que é vil e errôneo nesta terra?
Poderão as mulheres não os terem amado,
Podem ter sido traídos - mas ridículos nunca!
E eu, que tenho sido ridículo sem ter sido traído,
Como posso eu falar com
os meus superiores sem titubear?
Eu, que venho sido vil, literalmente vil,
Vil no sentido mesquinho e infame da vileza.
.
[Fernando Pessoa]
.
Abaixo segue o vídeo o Poema em Linha Reta, narrado por Paulo Autran.
.

31 comentários:

HSLO disse...

Créditos da Imagem:

DDiarte

http://br.olhares.com/david_ao_cubo_foto2811283.html



abraços e beijos.


Hugo

Marcelo Mayer disse...

só aplausos a vc

Mateus Araujo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mateus Araujo disse...

Poema forte. Sinsero.
Creio que também és. forte e sinsero.

Sem imagens de principes ou cavelheiros. Todos temos defeitos.
E também qualidades.
Olhar qualidades são pra poucos.
Hoje mesmo me estressei demais por causa disso..
mas é uma longa história.
Abraçoo caro.

Giselle Costa disse...

Grande Fernando Pessoa, boa escolha.
E que desabafo não é ? rsrs

bjao

Daniel Savio disse...

Cara, há casos e casos...

Mas todos nós acabamos sendo um pouco vis as vezes (devido ao nosso medo)...

Fique com Deus, menino Hugo.
Um abraço.

Cenourette disse...

Eu confesso.

Pena disse...

Olhe, Admirável Amigo:
Não consigo ver em si os defeitos que indica.
Sempre foi correcto, sóbrio, bem lúcido e sensato.
Parabéns por isso.
Respeitando-o imenso.
Abraço amigo

MUITO OBRIGADO pela fabulosa visita e pelo que lá deixou expresso. Adorei.
Sempre a admirá-lo e ao seu talento literário exímio.

pena

Bem-Haja, extraordinário amigo de bem.
É uma honra lê-lo.

Fatima disse...

Gosto muito deste texto.
Bjs querido

Pelos caminhos da vida. disse...

Bom dia amigo.

Sabe aquele dia lindo,
cheio de coisas boas?

Poís é; este dia
que vim te desejar!

beijooo.

Elaine disse...

Hugo,
Pessoa, narrado por Paulo Autran realmente é o que há de delicioso!
Beijos.

. intemporal . disse...

. de ti, querido amigo, a mais breve impressão para um tempo mayor .

. és . e serás sempre alguém que admiro .

. intrinseca.mente .

. um bom fim de semana .

. um abraço, dos nossos .

. paulo .

Juliano disse...

Grande Fernando Pessoa.!

Abraços Hugo

Arthur Alter L. disse...

Perfeito!
Fernando Pessoa dispensa comentários. Encantado sempre pela voz de Paulo A. Saudades!
Abraço.

Paulo Braccini disse...

caraca ... programei um post idêntico acho q para fim do mês ou começo de dezembro ... kkkkkkkkkk ... "transmimento de pensação" ... kkkkkkkk

Pessoa é fantástico e este poema então na interpretação de Autran ... putz

bjux

;-)

Tatiane Trajano disse...

O Fernando Pessoa é simplesmente sem comentários.

Muito bom!

Beijos

Marcos Campos disse...

Olá!
Fernando Pessoa é tudo de bom mesmo!
Bom fim de semana!

Graça Pereira disse...

Apetece-me dizer:"Quem nunca errou que atire a primeira pedra".
Fernando Pessoa sabia bem que vivia num mundo de "deuses"...o único vil, era ele!! Por isso, foi e continua , GRANDE!!
Im beijo
Graça

Jacqueline disse...

"...Arre, estou farto de semideuses!
Onde é que há gente no mundo?"

Que poeta!!!
Que bom ler, que bom ouví-lo na voz de Paulo Autran. Obrigada por este momento.
bjos!

(Carlos Soares) disse...

Maravilha,amigo Hugo.Um abraço

(Carlos Soares) disse...

Maravilha,amigo Hugo.Um abraço

Andy disse...

Gosto muito de Fernando Pessoa
Bjinho!

Wanderley Elian Lima disse...

Fernando Pessoa pegou pesado neste poema. Lindo por demais. Amei
Beijos

Vivian disse...

...lindo, lindo, lindoooooo!

onde existe gente neste mundo?

beijos, Hugo!

Vieira Calado disse...

Excelente, a sua escolha!

Bom fim de semana.

Abraço

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querido amigo.
Há um livro: A ÚLTIMA GRANDE LIÇÃO, que um grande professor ensina os seus alunos, lições que se parecem muito com as idéias presentes neste texto.
Temos que desconstruir esta imagem de perfeição, de ser o melhor, de não sofrer, que as sociedades nos impõe como modelos.
Lindo final de semana para ti.

Léo Metallica disse...

Vou te contar Hugo, espero que tu não fique chateado comigo.

Mais esse Fernando Pessoa é uma enganação. É impressionante como tudo o que ele faz soa como algo pré-fabricado e sem amor. É como se ele fizesse estes poemas como que por obrigação.

Utilizar da pessoa do EU, para tratar de eufemísmo sensacionalísta.

JOgo-me no buraco e espero que todos reconheçam que estou errado? É isso que ele quis gritar ao mundo?

Eu o acho uma verdadeira enganação. Seus textos além de fracos, soam extremamentes comerciais.

Prefiro mil vezes a morbidez dos versos da Jaque Sou. Rimas com sentidos e riqueza de palavras. Sentimentos verdadeiros, ainda que o autor se distancie da sua escrita.

Direto do Rio.
Abraço.

EDUARDO POISL disse...

Hoje passando para te ler e desejar um lindo final de semana com muito amor e carinho

"É melhor tentar e falhar, que preocupar-se e ver a vida passar.
É melhor tentar, ainda que em vão, que sentar-se fazendo nada até o final.
Eu prefiro na chuva caminhar, que em dias tristes em casa me esconder.
Prefiro ser feliz, embora louco, que em conformidade viver..."
Martin Luther King

Abraços com todo meu carinho

Rafael Lopes disse...

Hei guri, quanto tempo não passo por aqui heim.

Valeu pelos comentários la no meu blog, e desculpa a ausência.

Abraço
bom fds

Valdeir Almeida disse...

Eis aí um poema que retifica a vida. Grande Pessoa.

Agração, Hugo.

Luma Rosa disse...

Hugo, ninguém é perfeito, bem sabe! Só que as pessoas não contam seus desfeitos, mesquinharias e, enfim, todos querem se aproximar do admirável, belo e necessário. Enquanto isto, levam a vida trocando amenidades, pois não é menos conflituoso! Bom fim de semana! Beijus,