quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Prayers for Bobby

O fato de “Prayers for Bobby” ser um filme feito em cima de fatos reais torna tudo ainda mais sóbrio, emocionante e tenso. Bobby era gay. Bobby não era aceito pela mãe. Bobby se suicidou.
A construção da história de Bobby Griffith foi perfeita. Gay não aceito pela mãe encontra o amor de sua vida, mas não consegue ser feliz e deixar de pensar que Deus não o amava e que ele era indigno de viver (idéias de sua mãe) e com isso acaba saltando de uma ponte, morrendo na hora estraçalhado por um caminhão de 18 rodas.

“Prayers for Bobby” não conta somente a história de Bobby, conta também a história de uma mãe e também, porque não, Deus.
Sigourney Weaver chega à perfeição e dá de presente ao telespectador uma das melhores atuações que eu já vi em toda minha vida. Ela é fantástica e faz nós colher Mary Griffith, personagem que em muitos momentos deveria ser odiada, mas que de vilã em potêncial, acaba virando uma das mocinhas da história.
Seguindo o molde do que foi dito no primeiro parágrafo sobre Bobby, sobre Mary eu posso dizer que ela também enfrentou seus dilemas e mudou seus preceitos. A maior culpada da morte de Bobby Griffith foi sim sua mãe, Mary Griffth, ela ajudou a cavar a cova de seu próprio filho. Sua idéia de negação, de não amor e indignidade entraram em Bobby pequenas, mas cresceram e fizeram tudo acabar como acabou.
Após a morte de Bobby é como se começasse um segundo filme, uma espécie de redenção de Mary Griffth. A personagem foi consumida pela culpa, mas ao invés de ficar feliz por ver a personagem sofrer, eu chorei (e qualquer um que assistir irá chorar), mães são mães e não importa o que elas façam e como elas façam, elas fazem pensando no melhor para seus filhos. Mary tinha uma conduta, para ela aquilo estava certo, afinal, ela seguiu o livro, o grande livro que atravessa séculos, a Bíblia. Mas depois ver que nem tudo é como ela havia interpretado e que além do mais, a Bíblia é um livro escrito por mortais, eu poderia escrever uma, você outra e Mary Griffth também, ela muda sua conduta.
Todas as cenas em que a personagem aparece após a morte de seu filho são perfeitas e dignas. Desde o momento em que ela recebe a notícia da morte até, passando por quando ela sonha que ele estava vivo, até a última cena, aonde Mary abraça um garoto na parada gay enquanto ela desfilava pela PFLAG. Mas mais emocionante mesmo é o discurso da personagem quando ela aparece na televisão. Uma cena digna e perfeita, ali aconteceu a real redenção de Mary Griffth.
“Prayers For Bobby” é um filme todo emoções, indico a todos (e um conselho, assistam com um lenço do lado) e com Sigourney Weaver em sua melhor forma, simplesmente perfeita.

"Antes de ecoar "Amém" na sua casa e no lugar de adoração, pense e lembre-se. Uma criança está ouvindo".
[Mary Griffith]
_______________________________________________
Ontem assistir esse filme que foi indição do amigo Arsênico, que assina o Blog: http://garaleoa4.blogspot.com/
.
Chorei do começo ao fim, até por que é bem relacionado a minha vida pessoal. Entre os filmes que abordam a temática gls esse foi o que mais me envolveu e retirou várias lágrimas. É um filme belíssimo, perfeito...
.
O resumo do filme foi escrito pelo amigo Maurício que assina o Blog: http://euseries.wordpress.com/

43 comentários:

Elaine disse...

Hugo,
Eu tenho um amigo, um dos mais queridos e antigos que vive um dilema interno que me parte o coração. Mais ou menos como o menino do filme, sabe? Tenho horror ao pensar que um dia ele pode não aguentar mais e ...
Deu vontade de ver o filme.
Beijos e boa sexta prá ti.

Judite (Dite) disse...

Olá!
Não conhecia o filme, mas estou desejosa para o ver. Haverá muitas pessoas nesta situação, que só pedem compreensão.
Um dos filmes que também gostei muito foi do filadélfia, que retrata a discriminação.
Há tanta coisa que deve ser mudada na mentalidade das pessoas e esta é uma delas.
Tenho amigos Gays e são extraordinários.
Um beijinho,
Judite

Sanzinha disse...

Também fiquei curiosa.
Quero assistir na primeira oportunidade.

Beijinho! ;)

Joanabell disse...

Nossa! Deve ser muto emocionante o filme,ainda n assistir,mas assim q puder irei assistir c certeza. Parece-me q transmite várias formas de ver o mundo,as pessoas e talvez mude o jeito de muita gente pensar sobre o assunto.Esses filmes são sempre polêmicos, à medida que são expostos e dado o devido valor, pois nos traz á tona a realidade de muitos que vivem às margens de uma sociedade hipócrita e cheia de preconceitos, cheia dos seus achismos.Há muito o q se aprender ainda, há muito o q ensinar!

Majoli disse...

Hugo gostei muito da indicação, achei super interessante a história e com certeza vou chorar, sou muito emotiva.

Beijos e linda noite pra ti.

Daniel Savio disse...

Pelo o que eu vi aqui, este filme que foca mais o ser humano na suas relações mas intimas: família e amado...

Fique com Deus, menino Hugo.
Um abraço.

Priscila disse...

Olá Hugo, realmente esse filme parece ser belíssimo e emocionante!
Bjs...

Lorena Portela disse...

anotadíssimo!

verei.

beijo grande e adorei vc lá no cantinho...

Alessandro William disse...

Hugo, selinho pra você no Meus Textos, valeu amigo passe por lá viu?

marcelo dalla disse...

Pois é meu querido... tudo na vida acontece pro nosso aprendizado. Fique muito a fim de ver o filme, sou fã da Sigourney.
Belo post!
abraço

GaB. disse...

Nossa, me deu uma enorme curiosidade.
Vou ter que ver esse filme (:
Beeijos. :*:*

paula barros disse...

Fiquei com vontade de ver o filme.
bjs

Vieira Calado disse...

Desde a minha astronomia aqui vai um abraço.

@philipsouza disse...

agora me deu vontade de ver esse filme..comoassim??
hehehhe abraçao

G I L B E R T O disse...

Hugo

Bela indicação, vou ve-lo e depois fazer post dele no cinema paradiso!

Sou fã de Sigourney, e tenho-a achado muito sumida!

Bom final de semana, meu amigo!

Esteja sempre bem e sempre acima de todos os preconceitos!

lembre-se, somente os tolos e os ignorantes são preconceituosos!

. disse...

Ei, tudo bem?
Te adicionei no meu blog... me add aqui tb...
Existe um filme que se chama "Felizes juntos"...
TUDO DE BOM!!!
Bjocas
Cássio

Léo Metallica disse...

No início eu não me interessei pela história não. Mas com o desenrolar de suas palavras eu fui vendo que o filme é bem mais amplo do que aparenta. Apesar de eu não gostar muito da temática de drama com final infeliz... esse parece seguir uma versão contrária com um final médio. Ou seja nem feliz e nem infeliz.

Tracei o filme na minha cabeça e fiquei pensando sobra a atuação da ótima Sigourney Weaver que é esteriotipada sempre em filmes de ação.

Vejo que tu vem acompanhando o meu blog.
Agradeço a visista.

Direto do Rio.
Abraço.

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Agradou-me muito o seu post, Hugo. Porque tenho um Blog de Cinema, que não é o GALERIA, e nunca tinha ouvido falar nesse filme. E também porque vc versou muito bem sobre tudo o que há no filme.
Meus parabéns!
Beijos admirados, menino querido,
Renata

Bandys disse...

Hugo,

Com certeza irei ver.

"Só as mães são felizes"(Cazuza)

Beijos

Marcelo Novais disse...

genteeeeeeeeee
super quero veer esse filme
sabe o nome dele em português pra eu poder alugar?
que música eu vc pediu o nome?
Bjoos!

Pâmela Rodrigues disse...

Agora que você fomentou minha curiosidade não tem como eu não ver, né?!?!?!?!
Beijossssssssssss
Vou assistir.

António Rosa, José disse...

Sou fã da Sigourney desde há muitos anos e não só na série 'alien'. Vou procurar ver este filme. Não sei qual será o título que tem em Portugal. Belo post.

Rafeiro Perfumado disse...

Um camião de 18 rodas? Fogo, não bastava um com 4? ;)

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Bom dia, meu menino adorado:
Ontem de madrugada, vim aqui e falei sobre o seu post.
Agora, venho desejar um ótimo dia.
Beijinhos,
Renata
PS: Gosto de vc, viu?

Alessandro William disse...

Hugo, já te linkei meu amigo, desculpa não ter linkado antes, e obrigado por ter me aceitado no orkut. at´pe mais amigo

Everson Russo disse...

Interessante e bem narrada por ti a historia, vou ver o filme, penso que é dificil nos dias de hoje ainda termos que conviver com tais preconceitos, ainda mais vindo de uma mãe, mas pelo que voce citou, prontamente arrependida....forte abraço e otimo final de semana...

Marcinha disse...

Ola Hugo querido

Saudades de ti...
Vou assistir o filme com certeza, tenho dois grandes amigos gays que eu amo de paixão ...e sei das barras que eles enfrentam em assumir sua homossexualidade...
É pedreira !!!
Infelizmente vivemos em um mundo onde muitas vezes somos movidos desde a infancia pela religiosidade ....
Eu mesma já estive inserida nesse contexto e posso falar com conhecimento de causa que a religião mata, vicia e bitola a cabeça das pessoas ...
Não é DEUS quem faz isso Não!! É a religião mesmo !!!
Fico triste pelo cara, e triste pela mãe por que ela também é vítima dos ensinamentos que teve , é fruto do que aprendeu , tentando fazer o melhor ...
beijo e se cuida

mgmachado@netcabo.pt disse...

Não conheço este filme, mas conheço a artista e sei que ela faz sempre belas interpretações. Vou procurá-lo ver. è como tu dizes : mãe é sempre mãe e quando erram, temos de pensar que é por amor. Muitas vezes são pressionadas pelas sociedades fechadas e pela intolerância quase geral, nesta "aldeia global". Um bj e bom fds Graça

Gabriel Von Borell disse...

Valeu pelo comentário lá no blog ! Que bom que gostou do que leu .

Abraços .

Menino-Homem disse...

Hugo,

boa sugestão, quero ver logo...!

que pena que por aqui o acesso à filmes desta temática é tão raro, mas vou procurar...

e por fim: "Deus ama e não manda...!"

abraços,
daqui eu voo...!

.Lis disse...

Hug, gosto de filmes que falam de senimentos conturbados , são sempre muito bons. O nome em portugues penso que é: Oraçoes pra Bobby, vou procurar pra assistir também. Em dias de chuva é otimo programa, ir na locadora e trazer filmes pra ver em casa.em casa. Bom fim de semana. Abraços

Fernanda Magalhães disse...

Meu nego delicia!!!

Já me falaram desse filme e agora com essa tua dica pode ter certeza q vou ver sim. adoro filmes assim com historias reais.

Beijos e um lindo final de semana.

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Não conheço o filme mas pelo resumo me deu uma vontade imensa de assistí-lo o que farei com certeza.A Sigourney é mesmo incrivel,sempre!!!

Um beijo!!!Sonia Regina.

Wanderley Elian Lima disse...

Hugo você foi perfeito na narrativa, vi o filme e amei.
bjs

Vivian disse...

...um beijo nesta alma linda
que é sua!

vou procurar o filme,
porque já ví que é
antes de ser lindo,
é uma lição de vida.

te adoro, menino!

Princesa disse...

[,.•*´¨`*•.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.•*´¨`*•.¸
::::::(\_(\::::::::Amigos são carinhos que
::::::(=' :'):::::::recebemos sem data marcada.
::::::(,('')(''):::: Estão sempre presentes.
¸.•*´¨`*•.¸¸.•Amigos comunicam-se pelo
coração. Amigos sentem. Amigos pressentem. Procuram-nos sem motivo, apenas para saber se estamos bem. Podem usar e-mail, telefone, carta, fax, mas o que prevalece é a voz da alma.
::::::(\_(\:::::::: Amigos não perguntam por que nos
::::::(=' :')::::::: machucamos. Trazem o alento para
::::::(,('')(''):::: amenizar a nossa dor. Amigos
¸.•*´¨`*•.¸¸.• percorrem nossa estrada aparando espinhos. Aceitam-nos como somos, virtuosos ou imperfeitos. Somos seu complemento, jamais seu espelho.
::::::(\_(\::::::::Amigos nos dão força quando estamos
::::::(=' :')::::::: desvalidos. Amigos oferecem seu
::::::(,('')('')::::ombro para chorarmos.
¸.•*´¨`*•.¸¸.•são pedras preciosas, tesouros que habitam em nosso ser mais profundo, são irmãos de alma, inestimável presente de Deus.
... Um beijo

Cáh! disse...

u ja baixei e assisti esse filme pela net...


é simplesmente perfeito..liundo..emocionanete.. e chama a atenção pro preconceito que ainda existe.. e como ele é muito pior dentyro de casa.

Cáh! disse...

u ja baixei e assisti esse filme pela net...


é simplesmente perfeito..liundo..emocionanete.. e chama a atenção pro preconceito que ainda existe.. e como ele é muito pior dentyro de casa.

tossan® disse...

òtimo filme ! Vc já está no klic espero que goste. Abraço e bom fim de semana

Andy disse...

Fiquei muito muito curiosa por ver o filme. Obrigada pela sugestão.
Bjinho

eLi disse...

Ótima dica! Sobretudo sob uma bela observação sua!
Passei várias vezes por esse título, mas nunca o vi de fato!
Uma amiga minha e eu estávamos na caça por zilhões de filmes, quando vimos esse também, mas a lista que temos era grande e ainda não vimos todos.

Você já assistiu C.R.A.Z.Y e Beautiful Thing? Ótimos também!

Obrigado

railer disse...

tou com esse filme pra ver em casa... mas parei de ler sua postagem no início, quando você conta logo o final... putz... não acreditei que você fez isso...

railer disse...

agora que vi o filme, escrevi uma crítica também. em breve colocarei no ar.