terça-feira, 19 de janeiro de 2010

O terceiro sexo (?)


Está pensando que estou louco?
.
Nada disso! Não podemos negar, hipocritamente, que não existe um sexo alternativo. Lógico que é uma mistura dos dois oficiais, sem precisar de interferências laboratoriais, nem cientistas loucos a procura de inovações, que errando a mistura dos genes ou moléculas, criaram esse sexo híbrido maravilhoso. Podemos até chamá-lo de genérico, já que é uma variação do gênero.
.
Trata-se de um desejo espontâneo de cada individuo, que escolheu seu posicionamento sexual, abandonando totalmente a conceituação de que a libido é para ser utilizada da maneira que mais lhe apraz e não da maneira que a sociedade deseja impor. Se Deus criou o homem e a mulher preocupado com a perpetuação da espécie, os homens, aproveitando o livre arbítrio que lhes foi concedido, mais que depressa, criaram uma variável dentro do mesmo tema, apoiados enfaticamente pelos outros dois oficiais, com a finalidade única de desfrutar os prazeres sexuais sem preocupação de engravidamentos inesperados. Conseqüentemente, não colaborar com o aumento absurdo da densidade demográfica mundial. É um sexo onde o prazer é preponderante, sem precisar de pílulas.
Queiramos ou não, temos que reconhecer que os pares desse gênero oficioso (que já está sendo oficial em alguns países), levam algumas vantagens econômicas espetaculares perante os casais de sexos diferentes: Não gastam com anticoncepcionais, não têm despesas com partos, enxovais infantis, escolas e cursos paralelos para filhos, não precisam de babás, podem sair a qualquer hora sem a preocupação de com quem deixar as crianças, não pagam padres ou juízes para oficialização das uniões e as separações não têm burocracias (quando muito, umas rodadas de baianas. Mas, isso acontece também com os outros casais ditos normais. Até no Reino Unido).
A variação de comportamento das pessoas que proclamam orgulhosamente serem integrantes do terceiro sexo é incomensurável. Para enumera-las, precisaria de uma enciclopédia com vários volumes, se fossemos partir da “louca varrida” até o “enrustido”. Vale dizer que, em todos os gêneros, as variações de comportamentos são relativamente semelhantes e, quantitativamente, existe uma similaridade. Porém, não podemos deixar de colocar o tapete vermelho para os apologistas dessa opção, pois, na sua quase totalidade, são pessoas inteligentes, cultas, educadas, altamente produtivas, inventivas e, acima de tudo, corajosas para enfrentar o preconceito brutal da hipocrisia social existente.
.
Precisamos mudar nossos conceitos, respeitar as opções de todos os seres humanos, desde quando haja uma mutualidade. Afinal de contas, essa denominação de terceiro sexo, fazendo-se uma analogia gramatical, estamos tratando de pessoa pertencente ao masculino ou feminino, que, simplesmente, optou por relacionar-se afetivamente com pessoa do seu mesmo sexo. Sendo assim, paradoxalmente, o terceiro sexo existe de fato, mas não de direito. Entretanto, esse direito está sendo adquirido mundialmente e a passos largos. E, assim que haja uma oficialização concreta, voltaremos a poder afirmar com segurança e sem preconceitos de nenhuma espécie, que continua e continuará existindo somente dois únicos sexos, onde apenas as pessoas fazem o que desejam com seus corpos, sem estarem passivas das idiotas recriminações.
.
Portanto, na realidade, não existe e jamais existirá um terceiro sexo! Essa denominação imposta pela mediocridade da intolerância, não passa de um impulso machista/feminista que deseja combater uma realidade milenar. E, pelo visto, os casais (homem/mulher) estão cada vez desaprendendo a conviverem, pois, estatisticamente, a evolução de adesões a essa opção está crescendo numa proporção tão significativa, que o mercado já dedica, com carinho e qualidade, diversas atividades especificamente para essa grande fatia de consumidores exigentes e especiais.
.
Assim sendo, reflexione suas idéias, seus conceitos e preconceitos e passe a encarar com naturalidade e respeito o comportamento ou opção sexual de todas as pessoas, desde quando não interfira na sua vida. Devemos olhar e analisar qualquer ser humano pelo seu caráter, seu profissionalismo e sua competência. O resto é problema de cada um!
.
.

[Antonio Nunes]
.
.

26 comentários:

Cadinho RoCo disse...

O respeito entre as pessoas deve existir sempre.
Cadinho RoCo

bellinhatierre disse...

Migoo, amei o seu blog, vou te linkar, me linka tb tá?

Te adoro!
beijos

billy; disse...

texto foda concordo plenamente
O resto é problema de cada um!
passa no meu depois :D

Alone disse...

TO PAAAAAAAAAAAAAAAASSADO COM AMASSSOS! ♥

Drigo disse...

concordo plenamente com seu ponto de vista.
abçs...

Vanessa Barbosa. disse...

ótiiiiiiimo texto, porém acrescentarei algumas coisas. Você disse que esse novo sexo não precisa se preocupar com filhos ou casamento, mas não é bem assim, muito casais homossexuais estão lutando pra conseguir o direito de adotar uma criança ou de se casar de papel passado (em alguns países já é possível) isso significa que os valores de amor, de compaixão pelo outro não foram perdidos, o desejo de cuidar de uma criança que foi abandonada, de dar amor como toda pessoa NORMAL faz, é de direito desse novo sexo de perpertuar a espécie mesmo que de uma forma diferente, e se Deus permitiu que houvesse na Terra um modo dessa perpetuação é porque ele aceita as escolhas dessas pessoas.

Ai fiquei inspirada agora, vou fazer um texto sobre esse tema e daqui a alguns dias posto no blog. Com minhas proprias ideias claro, sem plágio.

Beeeijão ;*
divinaefeminina.blogspot.com

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Existe sexo e pronto. Sem discriminações.
Fácil, não?
Entre o jasmim e a rosa há uma nova flor, um cravo verde, sei lá.
Por todas as flores!
Beijos mil***************
Renata

Hod disse...

Olá amigo Hugo,

É inegociável qualquer falta de respeito a qualquer ser humano. Como também o é as Síndromes da Misóginia Involúntaria, da Misandria e o Hembrinismo. SEja em que grau for.

Amigo grato por sua vistia e as gentis palavras.

Forte Abraço e muitas bençãos.

Hod.

Bandys disse...

Hugo,

Um bom texto e concordo com a Vanessa.

Beijos meus

Sônia disse...

Concordo plenamente com o texto.

Um abraço Hugo!

ERICK MOURA disse...

é isso ai...
cada um cuide do seu
e deixe o que cada um
tiver afim de fazer.
so nao concordei com uma
parte do texto, mas foi uma
pequena parte.
enfim...
seria bem mais legal poder
viver sem contar com a hipocrisia
mas enquanto isso nao acontece
vamos convivendo com ela.

ERICK MOURA

Vladir Duarte disse...

É isso mesmo. Cada um vivendo sua vida, sem se preocupar com detalhes da vida alheia. O que vale é o caráter, é a alma!
Viva à diversidade, sempre e em todo lugar!

Valeu!

Paulo Braccini disse...

phodástico isto ... como tudo por aqui ... altamente pertinente e relevante ... respeito é algo imprescindível à vida ...

bjux querido

;-)

Everson Russo disse...

Belissimo texto, eu penso assim, não deve existir imposição de nada, rotulos e denominações, somos seres humanos, irmãos perante um grande Pai e iguais em tudo,,,qualquer tipo de preconceito é mau....abraços amigo,,,força sempre e um belo dia pra ti.

Zek disse...

Tinha uma musica da Rita Lee que dizia o seguinte "Casamento gay alem de opção é controle de população".

Cara eu acho que não faz o menor sentido desreipeitar alguem porque ele faz sexo com quem " eu acho " que não deveria, olha como o preconceito é imbecil, muito bom teu texto.

Parabens !!

Marcelo Novais disse...

Amigoooooooooooooooooooo
arrazou no textoo!
ameiii
eu sou 3º sexo então?rsrs
bjooos!

Fred disse...

Olá Hugo!!! Retribuindo sua visita e agradecendo pelo comentário! Gostei muito mesmo! Espero que retornes mais vezes! Abraço!

Dalva disse...

Oi, Hugo...

o visual novo do blog tá show... parabéns!

Você sempre será bem-vindo lá no Infinito Particular também...

Bjs.

Sandra disse...

OLA AMIGO HUGO, VIM DEIXAR UM ABRAÇO. FAZ TANTO TEMPO QUE NÃO NOS VEMOS. MAS AINDA BEM QUE TENHO VC. NA LISTA DE BLOGS. ASSIM NUNCA SERÁS ESQUECIDO.
AMIGOS SÃO ASSIM.. SEMPRE TIRAMOS UM TEMPINHO PARA IRMOS VISITAR.
UM GRANDE ABRAÇO AMIGO.
SANDRA

SEU BLOG ESTÁ MUITO LINDO.
MUDOU...
LEGAL

Mariana disse...

Concordo com o texto, só discordo desta frase "que escolheu seu posicionamento sexual", acho q ninguém escolhe ser hetero ou homo.
Creio que é questão de cromossomas, de genes. E é por isso que devemos respeitar todos os indivíduos, independente do sexo.
Ninguém é melhor porque "faz sexo" com o sexo oposto.
Gostei muito do teu post.

Pelos caminhos da vida. disse...

Cada um vive a maneira que escolheu.

Bom dia amigo.

beijooo.

minhas pinturas disse...

Corncordo plenamente com tudo, e até achei divertido em certos parágrafos as analogias e termos.
Mas é isso mesmo, "cada qual com seu cada um", o importante é ser feliz.
bjs.
Léah

Marcos Campos disse...

E tenho dito!
Abraço!

Majoli disse...

Pôxa, ainda não tinha lido esse texto.
Adorei e penso que cada um tem que saber de si, de seus desejos, de suas vontades e não existe razão alguma pra se esconder.
As pessoas tem que gostar da gente do jeito que a gente é, sem ver a nossa opção sexual, chega de preconceitos.

Amo vir aqui, sempre.
Beijos mil meu querido.

Daniel Savio disse...

Cara, sei que estou dizendo, o obvio, mas discriminação é crime...

Fique com Deus, menino Hugo.
Um abraço.

paulistinha disse...

guinho...são pessoas como você, que faz com que nosso universo seja cada vez mais respeitado....
parabéns... seu blog esta lindo.
adoro suas escolhas....